Notícias | Dia a dia
Kvitova gruda em Osaka, mas não passa tão cedo
29/04/2019 às 11h58

Miami (EUA) - A disputa pela liderança do ranking feminino esquentou nesta semana com a tcheca Petra Kvitova, campeã do Premier de Stuttgart, encostando de vez na japonesa Naomi Osaka, que segue como número 1 do mundo, mas agora tem apenas 136 pontos de vantagem para sua perseguidora mais próxima.

Embora tenha ultrapassado a romena Simona Halep, assumindo a segunda colocação, e grudado em Osaka, a canhota tcheca não conseguirá destronar a nipônica tão cedo, uma vez que que ela não defenderá o título no WTA de Praga, nesta semana, fazendo com que a diferença aumente em 180 pontos.

Kvitova ainda terá que defender o título do Premier de Madri na semana seguinte e por isso não conseguirá ameaçar Osaka, que caiu na estreia no saibro espanhol em 2018 e por isso só tem pontos a somar na competição.

Atual número 3 do mundo, Halep até poderia sonhar com a liderança, mas além dos 469 pontos de diferença para a japonesa, ela tem um caminhão de pontos a defender no saibro europeu. São 215 das quartas em Madri, 585 do vice em Roma e mais 2 mil do título em Roland Garros.

Completam o top 10, a alemã Angelique Kerber (4ª), que subiu uma colocação e deixou para trás a tcheca Karolina Pliskova (5ª), a ucraniana Elina Svitolina (6ª), a holandesa Kiki Bertens (7ª), a norte-americana Sloane Stephens (8ª), a australiana Ashleigh Barty (9ª) e a bielorrussa Aryna Sabalenka (10ª).

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Highlights of our 2019 final! 🎬 #porschetennis #centreofattraction #highlights #bestof #kvitova #final

Uma publicação compartilhada por PorscheTennis (@porschetennis) em

Bia ganha uma colocação no ranking

A paulista Beatriz Haddad Maia segue como a número 1 do Brasil e agora é a 123ª do mundo, ganhando uma colocação em relação à semana passada. Ela tentou a sorte no quali de Praga, caiu na segunda rodada e mesmo assim pode ganhar mais duas posições na lista da WTA.

Depois de Bia, a melhor brasileira é apenas a 357ª do mundo, posição da paulista Carolina Alves, que perdeu um lugar no ranking. Ainda entre as 500 aparecem a gaúcha Gabriela Cé (442ª) e as paulistas Luisa Stefani (450ª) e Paula Gonçalves (470ª).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis