Notícias | Dia a dia
Wawrinka tem posição firme contra Gimelstob
01/05/2019 às 10h35

Madri (Espanha) - Um dos nomes cotados para substituir Chris Kermode, que deixará a presidência da ATP no fim do ano, o norte-americano Justin Gimelstob divide opiniões no circuito. Isso porque de um lado está toda sua experiência e comprometimento com a ATP, mas do outro tem seu comportamento polêmico e problemas com a justiça.

Em meio à turbulência sobre a sucessão de Kermode como presidente, o suíço Stan Wawrinka resolveu se pronunciar através das redes sociais e se colocou firmemente contrário à possibilidade de Gimelstob comandar o circuito masculino.

“Os jogadores precisam se posicionar. Justin Gimelstob foi acusado de agressão. Simplesmente não se pode perdoar alguém que tenha feito algo assim e muito menos apoiá-lo. Em qualquer negócio ou outro esporte isso nem seria discutido. O conselho da ATP precisa fazer algo sobre isso e colocar um ponto final neste debate vergonhoso”, disparou o suíço.

Membro do conselho da ATP, Gimelstob enfrenta acusações de violência e homofobia. Ex-top 20 nas duplas, ele se defende e alega inocência em ambos os casos. O norte-americano chegou a ter o cargo ameaçado, mas foi mantido após votação do conselho.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis