Notícias | Dia a dia
TIU apoia argentino que denunciou compatriotas
01/05/2019 às 19h50

Denúncias de Trungelliti levaram às suspensões de três argentinos

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A Tennis Integrity Unit (TIU) divulgou nesta quarta-feira uma nota de apoio ao jogador argentino Marco Trungelliti. O atleta de 29 anos e atual 130º colocado no ranking da ATP denunciou, durante a temporada passada, abordagens de apostadores que tinham o intuito de manipular resultados de torneios menores.

Ao recusar a oferta e denunciar o caso à TIU, Trungelliti acabou possibilitando que as investigações da TIU encontrassem ligações de três jogadores argentinos com a máfia de apostas. Dessa forma, Patricio Heras, Federico Coria e Nicolas Kicker foram suspensos das competições, enquanto Trungelliti ficou com fama de 'dedo-duro' por alguns compatriotas.

O comunicado da TIU relembrou a participação de Trungelliti como testemunha dos casos de corrupção: "Na primavera de 2018, o tenista argentino Marco Trungelliti atuou como testemunha no julgamento de três tenistas argentinos, que foram posteriormente sancionados por várias violações do Programa de Combate à Corrupção no Tênis".

"Como parte de sua política de confidencialidade, a intenção da Tennis Integrity Unit é a de sempre proteger a identidade das testemunhas e, de acordo com isso, não comentou ou confirmou o envolvimento de Trungelliti nesses casos. No entanto, a TIU entende que o Sr. Trungelliti foi posteriormente sujeito a fortes críticas pessoais e que seus motivos para cooperar com a TIU foram questionados", continuou a nota.

"A TIU condena veementemente o tratamento recebido pelo Sr. Trungelliti e gostaria de deixar registrado seu reconhecimento de seu apoio e total conformidade com o Programa de Combate à Corrupção no Tênis", diz o comunicado, que ainda elencou todo o procedimento das denúncias feitas pelo jogador.

"O Sr. Trungelliti relatou voluntariamente uma abordagem corrupta que recebeu de um terceiro para a TIU, em consonância com o acordo contido no Programa Anticorrupção, assinado por todos os tenistas profissionais; em nenhum momento Trungelliti foi objeto de qualquer investigação, acusação ou sanção pela TIU".

"Ele não recebeu nenhum pagamento pelas informações que forneceu e nunca solicitou ou foi oferecido qualquer tipo de acordo com a TIU; em todos os momentos o Sr. Trungelliti tem agido com o mais alto nível de integridade e com os melhores interesses do esporte em mente. Sua posição corajosa contra aqueles que procuram se corromper deve ser admirada e elogiada".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis