Notícias | Dia a dia
TIU suspende egípcio e multa outro em US$ 1 mil
03/05/2019 às 20h02

Mohamed Safwat cometeu infração considerada leve e pode seguir jogando

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Dois jogadores egípcios foram punidos nesta sexta-feira pelo Tennis Integrity Unit (TIU). O atleta de 29 anos Issam Taweel foi suspenso por manipulação de resultados, enquanto o tenista de 28 anos Mohamed Safwat apenas foi multado em US$ 1 mil e poderá seguir jogando.

TIU apoia argentino que denunciou compatriotas

Número 233 do ranking da ATP, Safwat cometeu uma infração considerada leve pelo Programa de Combate à Corrupção no Tênis. O egípcio não denunciou à TIU as ofertas de manipulação de resultados que havia recebido ainda em 2015.

A auditora do caso, Jane Mulcahy, ainda determinou qual seria a punição de Safwat em caso de reincidência. Se o egípcio voltar a cometer infrações, ficará suspenso por seis meses e pegará outros US$ 4 mil em multa.

O caso de Taweel é mais grave, já que ele cometeu três violações ao Programa de Combate à Corrupção no Tênis: Manipulação de resultados, não denunciar oferta recebida e não divulgar o conhecimento da atividade corrupta de outra parte.

A suspensão a Taweel é de caráter provisório e ainda não há uma definição sobre quanto tempo ele ficará fora das quadras. Entretanto, ele não poderá sequer comparecer a qualquer competição oficial durante o período em que estiver suspenso. Atual número 1.175 no ranking de profissionais da ITF, o egípcio de 29 anos sequer figura no ranking da ATP.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis