Notícias | Dia a dia
Orlandinho e Matos fazem final brasileira na Tunísia
04/05/2019 às 12h36

Orlando Luz e Rafael Matos também foram campeões de duplas no torneio

Foto: Arquivo

Tabarka (Tunísia) - A final do ITF M15 no saibro de Tabarka, na Tunísia, terá dois jogadores brasileiros. Os gaúchos Orlando Luz e Rafael Matos venceram seus jogos neste sábado e vão duelar pelo título da competição. Matos levou a melhor no único duelo anterior, disputado há três semanas, na Espanha.

Felipe Meligeni Alves disputa sua 4ª final no ano

Principal cabeça de chave do torneio e número 474 do ranking da ATP, Orlando Luz marcou um duplo 6/3 contra o argentino Franco Emanuel Egea. Já Rafael Matos é o terceiro favorito no torneio e superou o cabeça 2 local Pol Toledo Bague por 7/5 e 6/1.

Vindo de um vice-campeonato na mesma cidade na semana passada, Orlandinho está com 21 anos disputará a segunda final na temporada e a 11ª na carreira. Ele busca seu quinto título profissional de simples. Por sua vez, Rafael Matos tem 23 anos, disputará sua sexta final no circuito e luta pelo quarto troféu.

Orlando e Matos também conquistaram o título de duplas na competição com a vitória sobre os argentinos Franco Emanuel Egea e Franco Agamenone por duplo 6/4. Este é o quinto título de duplas para a parceria na temporada. Orlandinho conquistou seu 15º troféu no circuito, enquanto Matos tem agora 25 títulos na modalidade.

O torneio no saibro tunisiano não conta pontos para a ATP, apenas para o novo ranking de profissionais da ITF, que possibilita a entrada direta em torneios challenger. Os dois jogadores já garantiram 60 pontos pela campanha, com possibilidade de 100 para o campeão. Atualmente, Orlando Luz é o número 46 na lista da Federação Internacional, enquanto Rafael Matos apraece apenas no 247º lugar.

Felipe joga final na Espanha - Outra chance de título para o tênis brasileiro nesta semana está com Felipe Meligeni Alves. O paulista de 21 anos é finalista do ITF M15 disputado no saibro espanhol de Las Palmas de Gran Canaria. Ele encara o espanhol Eduard Esteve Lobato.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis