Notícias | Dia a dia
Wild joga no Cazaquistão, Sakamoto atua em Roma
04/05/2019 às 16h26

Wild será o único brasileiro na disputa de challenger cazaque

Foto: Arquivo

Shymkent (Cazaquistão) - Depois de ter atuado no México e nos Estados Unidos nas últimas semanas, Thiago Wild partiu para o Cazaquistão e disputará o challenger de Shymkent. O paranaense de 19 anos será o único brasileiro na chave principal do torneio de US$ 54 mil, disputado no saibro.

Veja como ficou a chave do challenger de Shymkent

Wild está com o melhor ranking da carreira ao ocupar o 362º lugar. Na atual temporada, ele venceu um jogo de ATP em São Paulo e ainda tem mais quatro vitórias em torneios de nível challenger. Sua melhor campanha foi chegar às oitavas no saibro mexicano de San Luis Potosi.

Designado como cabeça 15 do torneio, Wild entra diretamente na segunda rodada em Shymkent. Seu adversário de estreia virá da partida entre o jovem finlandês de 20 anos Emil Ruusuvuori, 399º do ranking, e o cazaque de 22 anos e 608º colocado Dmitry Popko.

Sakamoto joga na Itália
Outro brasileiro a atravessar o Atlântico depois de ter atuado na América do Norte nas últimas semanas é Pedro Sakamoto. O paullista de 25 anos e 382º do ranking atua no saibro italiano e é o único brasileiro no challenger de Roma, que tem premiação de 46 mil euros. Ele estreia contra o romeno Dragos Dima, 326º colocado. Em caso de vitória, ele poderá cruzar o caminho do cabeça 2 local e número 108 do mundo Paolo Lorenzi.

Precisando de apenas seis posições para igualar o melhor ranking da carreira, Sakamoto tem um bom início de temporada. Em 2019, ele já furou um quali de ATP em São Paulo, jogou uma semi de challenger em San Luis Potosi e conquistou um título de ITF no saibro argentino de Pinamar.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis