Notícias | Dia a dia
Osaka dispara oito aces e estreia bem em Madri
05/05/2019 às 08h15

Osaka havia sentido lesão em Stuttgart e não pôde treinar tanto o saque nos últimos dias

Foto: Jimmie48/WTA

Madri (Espanha) - Como já era esperado, Naomi Osaka foi exigida em sua partida de estreia no WTA Premier de Madri. Embora tenha vencido em sets diretos, a número 1 do mundo teve que disputar um tiebreak diante da eslovaca Dominika Cibulkova, ex-top 5 e atual 33ª colocada, mas venceu por 6/2 e 7/6 (8-6) em 1h55 de partida no saibro da capital espanhola.

Uma semana depois de ter desistido de jogar a semifinal de Stuttgart por lesão no músculo abdominal, Osaka chegou a Madri dizendo que não pôde treinar tanto o saque nos últimos dias. Ainda assim, a japonesa disparou oito aces na partida e permitiu apenas duas quebras de serviço.

Osaka agora espera pela vencedora do duelo entre duas convidadas espanholas: Lara Arruabarrena, número 110 do mundo, e Sara Sorribes Tormo, 75ª colocada. A cabeça de chave mais próxima da japonesa, a 14ª favorita Anett Kontaveit, já foi eliminada no último sábado pela bielorrussa Aliaksandra Sasnovich, mas o setor da chave ainda tem o nome forte da belga Elise Mertens.

Embora tenha sofrido uma quebra precoce logo no terceiro game da partida, Osaka rapidamente buscou o empate e assumiu o controle das ações. A japonesa só perderia mais quatro pontos em seu saque até o fim do primeiro set e contou com boas devoluções para quebrar mais duas vezes o serviço da adversária e fechar a parcial vencendo cinco games seguidos. Ao fim de 42 minutos de set, a número 1 do mundo tinha o dobro de winners da rival, 18 a 9.

Tal como na parcial anterior, Cibulkova também foi a primeira a quebrar no segundo set. A vantagem veio logo na abertura da parcial e a eslovaca salvou um break point logo na sequência para abrir 2/0. A ex-top 5 apostava cada vez mais em variações de golpes e ganhava muitos pontos com drop shots.

Cibulkova sustentou a liderança até o oitavo game, quando o primeiro saque a deixou na mão e imune às ótimas devoluções de Osaka. Uma dupla-falta de Cibulkova custou o empate por 4/4. A japonesa sacou bem no segundo set, marcando sete de seus oito aces do jogo. Em um tiebreak com muitas trocas na liderança, o melhor desempenho da japonesa em seu serviço e sua maior agressividade fizeram a diferença. Além de fazer 8 a 1 em aces, Osaka liderou nos winners por 43 a 23 e terminou o jogo com 30 erros contra 15 da rival.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis