Notícias | Dia a dia
Matos leva a melhor em final brasileira na Tunísia
05/05/2019 às 09h20

Rafael Matos conquistou seu quarto título profissional de simples

Foto: Arquivo

Tabarka (Tunísia) - Em uma final entre dois jogadores brasileiros, Rafael Matos levou a melhor sobre Orlando Luz e conquistou o título do ITF M15 no saibro de Tabarka, na Tunísia. Neste domingo, Matos venceu a disputa por duplo 7/5. Esta foi sua segunda vitória sobre Orlando Luz, repetindo o resultado de três semanas atrás nas quartas de final do torneio espanhol de Reus. Lembrando que no sábado, os dois brasileiros também foram campeões de duplas em Tabarka.

Aos 23 anos, Rafael Matos conquistou seu quarto título profissional de nível future em simples. O canhoto gaúcho está atualmente sem ranking na ATP e tem como melhor marca a 440ª posição alcançada em maio do ano passado. Por sua vez, Orlando Luz é o número 474 da ATP aos 21 anos e disputou sua segunda final seguida na Tunísia. Ele também tem quatro títulos como profissional.

O torneio no saibro tunisiano não conta pontos para a ATP, apenas para o novo ranking de profissionais da ITF, que possibilita a entrada direta em torneios challenger. Atualmente ocupando apenas o 247º lugar, Matos poderá saltar cerca de noventa posições com os 100 pontos conquistados. Já Orlando Luz é o número 46 da lista da Federação Internacional e ganha 60 pontos. Esses resultados serão computados no dia 13 de maio.

Felipe Alves fica com o vice - Outra chance de título para o tênis brasileiro nesta semana era do paulista Felipe Meligeni Alves. Principal cabeça de chave no ITF M15 disputado no saibro espanhol de Las Palmas de Gran Canaria, o jovem de 21 anos e número 552 do ranking da ATP perdeu a final deste domingo para o cabeça 2 local Eduard Esteve Lobato, 637º colocado, por 6/2 e 6/3.

Vencedor de três títulos profissionais de nível future no ano e quatro na carreira, Felipe Alves disputou sua quarta final na temporada. O paulista de Campinas ainda comemorou o título de duplas no sábado ao lado do britânico Luke Johnson. Esta foi sua nona conquista profissional de duplas na carreira e a quarta só deste ano.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis