Notícias | Dia a dia
Tsitsipas supera Cuevas e conquista ATP português
05/05/2019 às 13h54

Grego de 20 anos conquistou seu terceiro título de ATP na carreira, o segundo da temporada

Foto: Divulgação

Estoril (Portugal) - O bom momento de Stefanos Tsitsipas na temporada fez a diferença na final do ATP 250 do Estoril. O jovem grego de 20 anos levou a melhor no duelo de gerações contra o veterano uruguaio de 33 anos Pablo Cuevas e venceu a disputa por 6/3 e 7/6 (7-4) em 1h43 de partida no saibro português.

Tsitsipas conquista seu terceiro título de ATP na carreira e o primeiro no saibro. Até então, os troféus do jovem jogador grego foram nas quadras duras e cobertas de Estocolmo no ano passado e de Marselha em fevereiro deste ano.

Com 23 vitórias na temporada, Tsitsipas só fica atrás do russo Daniil Medvedev (25) entre os jogadores que mais venceram neste início de 2019. Além dos dois títulos já conquistados no ano, o grego tem como principais resultados a semifinal do Australian Open e o vice-campeonato em Dubai.

Como precisava descartar noventa pontos nesta semana, Tsitsipas terá um pequeno avanço no ranking. O atual número 10 do mundo recupera duas posições e irá igualar a melhor marca da carreira, o oitavo lugar alcançado há pouco mais de um mês.

Lucky-loser, uruguaio buscava difícil façanha
Cuevas é outro que também irá recuperar espaço no ranking. Ex-número 19 do mundo e atual 67º colocado, o uruguaio entrou na chave do torneio português como lucky-loser e deverá ficar muito perto de voltar ao top 50. Durante a campanha até a final, Cuevas teve até a chance dar o troco contra o italiano Salvatore Caruso, para quem havia perdido na última rodada do quali.

Na história do circuito da ATP, apenas nove lucky-losers já conseguiram dar a volta por cima e conquistar um título. Três casos foram recentes, com Andrey Rublev e Leonardo Mayer em Umag e Hamburgo no ano de 2017 e de Marco Cecchinato no saibro de Budapeste na temporada passada.

Grego começou a partida sacando muito bem
Tsitsipas sequer enfrentou break points no set inicial e cedeu apenas oito pontos em seus games de serviço. O grego aproveitou um dois break points que teve no quarto game para abrir vantagem e não ser ameaçado.

Logo na abertura do segundo set, o jovem de 20 anos quebrou novamente o saque do veterano uruguaio e fez 2/0. Tsitsipas ainda teria uma chance ampliar a diferença no placar mas não aproveitou. Aos poucos, Cuevas foi se sentindo mais confortável na partida e, com lances espetaculares, buscou o empate por 4/4. O uruguaio chegou a ter um set point no décimo game, mas Tsitsipas sacou bem para forçar o tiebreak e foi superior durante o game-desempate.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis