Notícias | Dia a dia
Cilic salva 4 match points, Monfils também avança
06/05/2019 às 19h21

Cilic vinha de três eliminações seguidas em estreias e vai encarar o embalado Struff

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - Depois de ser eliminado na estreia nos últimos três torneios que disputou, Marin Cilic marcou uma importante vitória para avançar no Masters 1000 de Madri. O croata salvou quatro match points na partida contra o eslovaco Martin Klizan e venceu por 6/4, 2/6 e 7/6 (7-0) em 2h48 de disputa no saibro espanhol.

Um momento crucial da partida foi o longo 12º game do terceiro set. Em uma parcial inteiramente sem quebras, Cilic sequer havia enfrentado break points até o momento em que perdia por 6/5. Antes de forçar o tiebreak, o croata escapou quatro vezes da derrota e ganhou confiança.

Cilic estava sem vencer desde o Masters de Indian Wells, em março, e perdeu ainda na rodada de estreia em Miami, Monte Carlo e Budapeste. A vitória desta segunda-feira foi apenas a quinta na temporada para o experiente jogador de 30 anos e número 11 do mundo.

O adversário de Cilic na próxima fase em Madri será o alemão Jan-Lennard Struff, número 49 do ranking, contra quem ele tem uma vitória e uma derrota. Struff faz um bom começo de temporada e já venceu nomes como Alexander Zverev, Stefanos Tsitsipas e David Goffin em 2019. No último domingo o alemão derrotou Nick Kyrgios em sets diretos.

Khachanov vence duelo de três horas
Outro que não vem em um bom início de temporada, mas conseguiu superar a estreia, foi Karen Khachanov. O número 13 do mundo venceu uma batalha de três horas contra o espanhol Jaume Munar por 6/4, 6/7 (5-7) e 6/3. Khachanov vinha de cinco derrotas seguidas e só venceu nove jogos neste início de 2019. O melhor resultado para o jovem russo de 22 anos foi em Indian Wells, onde ele chegou às quartas de final. Seu próximo rival é o anfitrião Fernando Verdasco, que venceu o moldavo Radu Albot por 6/2, 3/6 e 6/1.

Monfils vence com facilidade
Com muito mais tranquilidade avançou Gael Monfils. O francês precisou de apenas 55 minutos para fazer 6/3 e 6/1 contra o italiano Andreas Seppi. Atual 18º colocado no ranking, o experiente jogador de 32 anos agora espera pelo vencedor da partida entre o belga David Goffin e o húngaro Marton Fucsovics.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis