Notícias | Dia a dia
Na volta ao saibro, Federer bate Gasquet pela 18ª vez
07/05/2019 às 16h01

Federer precisa vencer mais um jogo para alcançar a vitória número 1.200

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - De volta a um torneio no saibro depois de três anos e retornando ao Masters 1000 de Madri após quatro temporadas, Roger Federer nem pareceu sentir tanto a longa inatividade nas quadras de terra. O suíço foi muito pouco exigido em sua partida de estreia na capital espanhola e marcou 6/2 e 6/3 contra o francês Richard Gasquet. A partida durou só 52 minutos.

Esta foi a 18ª vitória de Federer em 20 jogos contra Gasquet no circuito. Os dois triunfos franceses também aconteceram no saibro, mas há bastante tempo. O primeiro foi ainda no ano de 2005 em Monte Carlo, enquanto o mais recente aconteceu em Roma na temporada 2011.

Federer também fica ainda mais perto de alcançar a vitória de número 1.200 de sua carreira profissional. A expressiva marca pode ser alcançada na próxima quinta-feira, quando o suíço disputará as oitavas de final em Madri contra o vencedor da partida entre o francês Gael Monfils e o húngaro Marton Fucsovics. O recordista é o norte-americano Jimmy Connors, com 1.274.

A última partida que Federer disputou no saibro havia acontecido no Masters 1000 de Roma de 2016, quando ele perdeu para o austríaco Dominic Thiem nas oitavas de final. Em Madri, ele não atuava desde 2015, quando perdeu para Nick Kyrgios ainda na rodada de estreia. O suíço tem três títulos na capital espanhola, um no piso duro em 2006, e mais dois no saibro em 2009 e 2012.

Superado por Federer nesta terça-feira, Gasquet disputou apenas seu segundo jogo na temporada. O experiente francês de 32 anos, ex-top 10 e atual 39º colocado no ranking, estava sem jogar desde o Masters 1000 de Paris, em outubro do ano passado por lesão na virilha. A volta às quadras aconteceu na última segunda-feira, com vitória por 7/5 e 7/6 (7-5) contra o convidado local de 19 anos Alejandro Davidovich Fokina.

Federer não teve o saque ameaçado na partida
Federer disparou sete aces na partida e sequer enfrentou break points. O suíço cedeu apenas 14 pontos em seus games de serviço, sendo somente cinco no primeiro set e mais nove no segundo. O número 3 do mundo ainda liderou a contagem de winners por 28 a 10 e terminou a partida com 20 erros não-forçados contra 12 de Gasquet.

Desde o começo da partida, Federer soube explorar o forehand instável de Gasquet. A falta de peso no lado direito do francês permitiu ao suíço jogar de maneira mais agressiva e não deixar o rival confortável. Federer também apostou em jogadas de efeito, especialmente nas curtinhas, que tiveram ótimos resultados. O ex-número 1 sequer precisou ir tanto à rede, foram apenas seis tentativas, com quatro pontos vencidos.

Depois de o suíço conseguir duas quebras no set inicial, uma logo no início e outra no game que encerrou o set, a parcial seguinte foi mais equilibrada. Mas bastou a Federer pressionar um pouco mais nas devoluções durante o oitavo game e aplicar outra deixadinha desconcertante para voltar a quebrar o serviço do rival e sacar para a vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis