Notícias | Dia a dia
Federer: 'Madri é bem diferente de Roland Garros'
07/05/2019 às 19h22

Federer acredita que as condições de Madri são ideais para seu estilo de jogo

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - Depois de vencer sua partida de estreia no Masters 1000 de Madri, Roger Federer falou sobre as diferenças que o torneio espanhol tem em relação aos demais eventos da temporada de saibro. O suíço acredita que as condições climáticas e a altitude de 667m da capital espanhola tornam as condições de jogo mais rápidas e propícias para seu estilo mais agressivo. O cenário é bem diferente daquele que ele encontrará em Roland Garros, que tem elevação de apenas 35m, tornando o jogo mais lento.

Na volta ao saibro, Federer bate Gasquet pela 18ª vez

"Este é o torneio no saibro que melhor se adapta ao meu estilo de jogo, porque você tem que atacar mais a bola", disse Federer após a vitória por 6/2 e 6/3 sobre o francês Richard Gasquet nesta terça-feira. "Acho que em Paris você enfrenta outras condições. Lá é mais frio e chuvoso, por exemplo. Você tem que jogar diferente e até ter uma mentalidade diferente, mas aqui em Madri você tem que atuar com uma mentalidade de jogo na quadra dura".

"É diferente do que acontece em outros lugares como Mônaco e Barcelona, que são ao nível do mar. É por isso que Madri não é igual Paris. E nós também não jogamos com as mesmas bolas de lá. Esta definitivamente não é uma quadra de saibro tradicional", acrescentou o suíço, que agora espera pelo vencedor da partida entre o francês Gael Monfils e o húngaro Marton Fucsovics.

Federer não jogava no saibro desde 2016, quando perdeu para Dominic Thiem nas oitavas de final em Roma. Já a última participação do suíço em Madri havia acontecido ainda em 2015. O suíço tem três títulos na capital espanhola, em 2006, 2009 e 2012. "Estou muito feliz por estar de volta ao saibro e a Madri. O apoio que recebi antes e depois do jogo foram excelentes. Isso realmente faz com que você sinta que fez a escolha certa".

A vitória desta terça-feira foi a 18ª de Federer em 20 jogos contra Gasquet no circuito. A partida foi muito rápida, decidida em apenas 52 minutos. Lembrando que o francês fazia apenas seu segundo jogo na temporada, já que está voltando de lesão na virilha. "Não acho que Richard estivesse no seu melhor, longe. Mas do meu lado, foi um bom jogo", afirmou. "Foi bom vê-lo de volta depois de tantos meses longe do circuito com uma lesão. Acho que para nós dois foi uma partida especial".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis