Notícias | Dia a dia
Nadal mostra vitalidade e vence a 50ª em Madri
08/05/2019 às 12h48

Madri (Espanha) - Após passar em branco em seus dois primeiros torneios sobre o saibro na temporada, caindo nas semifinais tanto em Monte Carlo como em Barcelona, o espanhol Rafael Nadal tenta no Masters 1000 de Madri reencontrar o caminho das conquistas. Nesta quarta-feira ele abriu campanha no torneio derrubando o jovem canadense Felix Auger-Aliassime em sets diretos, com duplo 6/3 anotado em 1h37 de jogo.

Esta foi a 50ª vitória do canhoto de Mallorca na competição, que até 2008 era disputada no piso duro e coberto (em que somou 13 vitórias e um título) e só a partir de 2009 foi para o saibro (com 37 vitórias e mais quatro conquistas).

Classificado para as oitavas de final, o segundo pré-classificado terá como próximo oponente o norte-americano Frances Tiafoe, que tirou o perigoso alemão Philipp Kolhscjreiber ao triunfar em três sets, marcando placar final de 6/4, 4/6 e 6/3. Será a segunda vez que Nadal enfrentará o tenista de apenas 21 anos, tendo levado a melhor sobre ele no Australian Open deste ano.

Nadal não apenas chegou à capital espanhola buscando sua primeira taça de 2019, mas também acabou sofrendo com um vírus estomacal que atrapalhou seus últimos treinos na Caixa Mágica, chegando a cancelar a sessão de domingo e fazendo trabalho mais leve na segunda. Contudo, ele mostrou estar bem fisicamente para sua campanha no torneio. 

Veja como Nadal construiu sua vitória

Fortes rajadas de vento foram um adversário a mais para os dois tenistas ao longo de toda a partida, mas eles se viraram bem com seus serviços até a metade do primeiro set. Até então, o canadense apostava no saque e nos golpes ofensivos de base para se sustentar, mas aí viveu um game maluco: abriu 40-15 e aí errou quatro forehands bem fáceis. Perdeu o serviço e a consistência do espanhol - 7 erros, metade de Aliassime - decretou o placar.

Animado com o bom desempenho, Nadal começou o segundo set agredindo as devoluções e tirou outra vez o saque do canadense logo no game inicial. Isso lhe deu ainda maior confiança, enquanto Aliassime continuava forçando demasiadamente o forehand. Contragolpes espetaculares garantiram o 5/2. Uma possível ansiedade levou então o espanhol a exagerar na força e cometer erros de forehand que, junto a uma dupla falta, causaram a quebra. O canadense, no entanto, não aproveitou o momento e, mesmo evitando cinco match-points, caiu em seguida.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis