Notícias | Dia a dia
Djokovic escapa de principais perigos em Roma
10/05/2019 às 15h24

Roma (Itália) - O sérvio Novak Djokovic teve sorte no chaveamento para o Masters 1000 de Roma, que aconteceu nesta sexta-feira, e escapou da maior parte dos principais perigos que poderia ter no caminho. Um deles é o suíço Roger Federer, que caiu na outra metade da tabela e cruza com o espanhol Rafael Nadal em uma eventual semi.

Também ficaram na parte de baixo da chave nomes como o do austríaco Dominic Thiem, que venceu o ATP 500 de Barcelona e desafiará ‘Nole’ na semi de Madri, o grego Stefanos Tsitsipas, um dos destaques da temporada passada no saibro, e o italiano Fabio Fognini, campeão do Masters 1000 de Monte Carlo e que contará com a torcida da casa.

Apesar de tudo, o sérvio não terá uma estreia das mais tranquilas, esperando na segunda rodada pelo vencedor do confronto entre o espanhol Pablo Carreño e o canadense Denis Shapovalov. Nas oitavas, ele não deve encarar grandes perigos contra Philipp Kohlschreiber, Gilles Simon, Alex de Minaur e Marco Cecchinato.

Já nas quartas de final é que começa a complicar mais o caminho de Djokovic, podendo cruzar nesta fase com o suíço Stan Wawrinka, campeão de Roland Garros em 2015. Os outros nomes de peso, como o do argentino Juan Martin del Potro, o russo Daniil Medvedev e o australian Nick Kyrgios assustariam mais se o torneio não fosse em quadras de terra abatida.

O mais cotado a cruzar com Djokovic em uma semi é o alemão Alexander Zverev, cabeça de chave número 4 e campeão no Foro Itálico dois anos atrás. Também podem pintar pela frente na penúltima rodada o japonês Kei Nishikori, o croata Marin Cilic, o francês Gael Monfils e o búlgaro Grigor Dimitrov.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis