Notícias | Dia a dia
Nadal: 'Preciso de jogos duros para medir meu nível'
10/05/2019 às 22h03

Depois de superar Wawrinka, Nadal agora encara Tsitsipas

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - A vaga na semifinal do Masters 1000 de Madri e grande atuação na partida desta sexta-feira dão bastante confiança para Rafael Nadal. Depois de vencer o suíço Stan Wawrinka pelas quartas de final, o espanhol acredita que é importante enfrentar adversários de alto nível para ter uma real noção sobre o que pode apresentar em quadra. Em busca de um lugar na final, Nadal encara o grego Stefanos Tsitsipas a partir das 16h (de Brasília) deste sábado.

"Estou feliz pela vitória de hoje, mas amanhã tenho outro adversário muito duro", disse Nadal, que venceu os três duelos anteriores contra Tsitsipas, número 9 do mundo. "Ele tem um tremendo potencial e vem de um mês muito positivo. Acho que é uma boa oportunidade para medir meu nível. Preciso jogos difíceis para discernir o que eu preciso melhorar. Semanas como esta me ajudam muito a construir o meu jogo".

A vitória por 6/1 e 6/2 sobre Stan Wawrinka em 1h08 de partida foi bastante comemorada pelo vice-líder do ranking mundial. "Stan vinha jogando bem nas últimas semanas e conseguiu vencer [Kei] Nishikori aqui. Por isso a vitória de hoje foi tão importante. Eu esperava um jogo difícil e sabia que teria de jogar melhor do que o habitual. Felizmente, deu tudo certo".

"Eu estava muito sólido e impedi que ele pressionasse meu backhand. Acho que o deixei desconfortável na quadra em todos os momentos. A coisa mais importante é que eu estava com muita força nas pernas para me defender e com grande confiança para executar bolas vencedoras", acrescentou o espanhol, que terminou o jogo com 11 winners e apenas seis erros não-forçados.

Nadal não teve a preparação ideal antes do torneio, porque sofreu com um vírus estomacal que atrapalhou alguns de seus treinos na Caixa Mágica, mas acredita que conseguiu compensar isso com ótimas sessões de treinos no decorrer da semana. "Apesar do problema de estômago, esta foi a semana que eu treinei melhor, se comparada aos torneios anteriores. Isso não é garantia de nada na competição, mas ajuda a enfrentar jogos contra adversários de alto nível. Venho de um mês difícil, com muitos problemas físicos e o fato de eu me sentir competitivo me permitiu ter confiança e energia para continuar a melhorar".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis