Notícias | Dia a dia
Azarenka salva match point e derruba bicampeã
14/05/2019 às 20h15

Azarenka venceu a terceira contra top 10 nesta temporada

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Ainda em busca de uma sequência de vitórias nesta segunda fase de sua carreira, Victoria Azarenka conseguiu um expressivo resultado nesta terça-feira. A bielorrussa salvou um match point e buscou uma incrível virada contra Elina Svitolina para garantir vaga nas oitavas de final do WTA Premier de Roma. Azarenka levou a melhor no confronto com parciais de 4/6, 6/1 e 7/5 em 2h16 de partida no saibro da capital italiana.

Esta foi a terceira vitória contra top 10 de Azarenka no ano. Antes de superar Svitolina, número 6 do mundo e atual bicampeã do torneio em Roma, a bielorrussa já havia vencido Angelique Kerber em Monterrey e Karolina Pliskova em Stuttgart. Como ocupa apenas o 51º lugar do ranking atualmente, a jogadora de 29 anos tem frequentemente enfrentado grandes nomes em fases iniciais de torneios e já fez sete jogos contra top 10 só em 2019.

Ex-número 1 do mundo, Azarenka se tornou mãe em dezembro de 2016. Ela chegou a jogar dois torneios na temporada seguinte, mas só conseguiu efetivamente retomar uma rotina no calendário a partir do ano passado, após uma disputa judicial pela guarda do filho. Na atual temporada, ela já disputou uma final em Monterrey e acumula 15 vitórias e 10 derrotas.

A próxima adversária de Azarenka em Roma virá da partida entre a espanhola Garbiñe Muguruza e a norte-americana Danielle Collins. A bielorrussa tem uma vitória e uma derrota contra Muguruza, ex-líder do ranking e atual 19ª do ranking. O histórico contra Collins, 30ª colocada, também está empatado por 1 a 1.

Já Svitolina irá perder 900 pontos no ranking. A ucraniana de 24 anos vem lidando com uma lesão no joelho direito nesses primeiros meses de temporada e ainda não conquistou títulos em 2019. Sem vencer desde o começo de março, em Indian Wells, ela também havia sido eliminada na estreia em Miami e Madri.

Jogo teve duas interrupções por chuva
A longa partida desta terça-feira teve duas interrupções por chuva. O primeiro set já foi disputado sob uma chuva fraca, mas as jogadoras e a árbtira Mariana Alves consideravam as condições suficientes para a realização do jogo. Começou a chover forte pouco depois de Svitolina ter o serviço quebrado na abertura do segundo set e o jogo foi interrompido por alguns minutos.

Na volta, Svitolina devolveu a quebra, mas teve dificuldades com o saque e permitiu que Azarenka abrisse 4/1. O jogo voltou a ser interrompido, desta vez por quase duas horas. Quando voltou à quadra, a bielorrussa retomou o domínio das ações e fechou a parcial. Azarenka fez 10 a 1 em winners no segundo set, cometeu apenas três erros não-forçados e só perdeu nove pontos em toda a parcial.

A dinâmica da partida mudou de novo no terceiro set. O índice de acerto de saque de Azarenka caiu de 85% para 58% e ela teve o serviço quebrado quatro vezes seguidas. Svitolina, que começou vencendo por 3/0 e chegou a liderar por 5/2, teve um match point quando sacava para o jogo, mas não o aproveitou e acabou perdendo o game logo depois. Só então a bielorrussa confirmou o serviço no último set, reduzindo a diferença para 5/4. Pressionada, a bicampeã do torneio perdeu outra chance de sacar para o jogo e cedeu o empate. Os dois últimos games foram longos e disputados, mas a confiança o espírito de luta de Azarenka fizeram a diferença.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis