Notícias | Dia a dia
Zverev fala em atitude péssima e falta de vontade
15/05/2019 às 07h45

Roma (Itália) - O alemão Alexander Zverev não saiu nada contente de quadra na última terça-feira, quando foi eliminado logo em sua estreia no Masters 1000 de Roma, caindo diante do italiano Matteo Berrettini em sets diretos. Ele revelou desgosto com o tênis apresentado e até um grande desânimo por causa da atual fase.

“Estou decepcionado com o nível que tenho demonstrado ultimamente. Hoje não estive bem em momento algum da partida e meu rival foi muito superior. As condições climáticas também afetaram muito o meu tênis, com vento eu me torno o pior top 10 da história”, disse o atual número 5 do mundo, que sofreu com o vento na partida.

Zverev também disparou contra a própria postura. “Minha atitude em quadra também foi péssima, praticamente estava andando, como se estivesse morto. Jogando assim não conseguirei vencer uma partida sequer com essas características. Se em Madri havia dito que dei um passo à frente no meu tênis, aqui dei um para trás”, observou o alemão.

“Vou ser honesto com vocês: neste momento não tenho vontade alguma de pegar em uma raquete nos próximos dias. Estou sem vontade de jogar, é uma situação que nunca havia acontecido comigo”, complementou o tenista de 22 anos, que venceu apenas quatro jogos em cinco torneios disputados no saibro neste ano.

Apesar do desempenho bem abaixo em 2019, depois de ser o segundo que mais pontos somou na terra batida no ano passado, Zverev ainda acredita que possa dar a volta por cima em breve. “No tênis as coisas mudam de um dia para outro, quem sabe não consigo chegar melhor em Roland Garros. Mas no momento não penso em Paris e sim na imagem decepcionante que deixei agora em quadra”, finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis