Notícias | Dia a dia
Com Federer, ingressos sobem e se esgotam antes
15/05/2019 às 10h05

Roma (Itália) - Com presença confirmada apenas na última hora, o suíço Roger Federer causou frisson nos fãs italianos de tênis. Mesmo com entradas mais caras desde a garantia da ida do suíço ao Masters 1000 de Roma, algumas delas até dobrando de preço em relação ao primeiro lote, as vendas dispararam.

Segundo informa o Ubitenis, o aumento do preço nos ingressos gerou polêmica e forçou Angelo Binaghi, presidente da FIT (Federação Italiana de Tênis), uma das responsáveis pelo evento, se posicionar sobre o assunto. "Os ingressos para a edição de 2019 foram colocados à venda no início de julho passado. Seu preço permaneceu inalterado até 31 de dezembro”, começou a nota de esclarecimento.

“Desde 1º de janeiro, aumentamos gradualmente o preço das entradas, como feito no ano passado. Em alguns casos, como no dos ingressos para a sessão de sábado à noite, o preço chegou a um nível duas vezes maior que o do primeiro lote. Mas isso aconteceu muitas semanas antes do início da competição e da notícia de que Roger Federer iria participar dela", argumentou a direção do torneio.

Apesar de toda a controvérsia, os altos preços não desestimulam os compradores. O público no Foro Italico, de acordo com os dados relativos à pré-venda, parece ter batido recordes. Em 2018, um total de 203.762 ingressos foram vendidos, sendo que para a atual temporada já foram comercializados 204.996 ingressos. Na terça-feira, mesmo sem grandes nomes, mas com três italianos, a marca de espectadores ultrapassou os 30 mil entre as sessões do dia e da noite.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis