Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Duplas de Melo e Soares lideram a chave em Paris
26/05/2019 às 08h56

Melo e Kubot são os principais cabeças de chave em Roland Garros

Foto: Arquivo

Paris (França) - O tênis brasileiro terá três representantes na chave de duplas de Roland Garros. Ao lado de seus respectivos parceiros estrangeiros, os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares são os principais cabeças 1 e 2 do torneio e só podem se enfrentar em uma possível final. O gaúcho Marcelo Demoliner é outro representante nacional na disputa.

Melo já foi campeão de Roland Garros em 2015, quando atuava ao lado do croata Ivan Dodig. Pelo terceiro ano seguido, o mineiro tem como parceiro o polonês Lukasz Kubot. Eles são os principais cabeças de chave e estreiam contra os espanhóis Roberto Carballes Baena e Jaume Munar. Em caso de vitória, podem enfrentar o esloveno Aljaz Bedene e o polonês Hubert Hurkacz ou a parceria do holandês Wesley Koolhof com o neozelandês Marcus Daniell.

Os cabeças de chave mais próximos de Melo e Kubot são o japonês Ben McLachlan e o alemão Jan-Lennard Struff, possíveis adversários nas oitavas. Para as quartas, os mais cotados são o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers.

O gaúcho Marcelo Demoliner e o indiano Divij Sharan podem enfrentar Kontinen e Peers na segunda rodada de Roland Garros. Para isso, eles precisam vencer a estreia contra o húngaro Marton Fucsovics e o veterano sueco Robert Lindstedt. Caso cheguem às oitavas, podem encarar o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury.

Bruno Soares e o britânico Jamie Murray são os cabeças de chave número 2 e estreiam contra os italianos Matteo Berrettini e Lorenzo Sonego. Caso confirmem o favoritismo, podem enfrentar os argentinos Guido Pella e Diego Schwartzman ou os convidados locais Hugo Gaston e Clement Tabur. Nas oitavas, podem pintar o norte-americano Austin Krajicek e o neozelandês Artem Sitak. Já na fase seguinte, os adversários mais cotados são os gêmeos norte-americanos Bob e Mike Bryan, além da forte parceria do holandês Jean-Julien Rojer com o romeno Horia Tecau.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series