Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Meu telefone não para de tocar', diz algoz de Kerber
26/05/2019 às 17h02

Anastasia Potapova, de 18 anos, surpreendeu a ex-número 1

Foto: Divulgação

Paris (França) - Responsável pela grande surpresa deste primeiro dia de Roland Garros, Anastasia Potapova celebrou a maior vitória de sua carreira. A jovem jogadora russa de 18 anos e 81ª colocada no ranking surpreendeu a alemã Angelique Kerber, número 5 do mundo, com uma contundente vitória em sets diretos em apenas 1h13 de jogo.

Russa de 18 anos surpreende Kerber na estreia

"Meu telefone está explodindo agora", disse Potapova após vencer Kerber por 6/4 e 6/2 na manhã deste domingo em Paris. "Eu realmente gostei disso. É bom ouvir os parabéns de tantas pessoas".

Kerber estava sem jogar há três semanas, já que sofreu uma lesão no tornozelo direito durante os treinos em Madri. Mas Potapova tentou não pensar sobre as circunstâncias da partida ou sobre o fato de jogar na quadra Philippe Chatrier, principal arena de Roland Garros, e focou apenas no que precisava fazer.

"Eu estava tentando manter algum foco em mim mesma, em como estava jogando e em como estava correndo. Eu não estava pensando muito sobre a quadra, sobre a primeira rodada ou sobre a Kerber, porque é claro que ela é uma ótima jogadora. Estou aqui para jogar o meu melhor. E foi isso o que eu fiz", comenta a russa de 18 anos, que venceu seu primeiro contra uma top 10.

A jovem jogadora ainda revela toda sua idolatria por Kerber, ex-número 1 do mundo e campeã de três Grand Slam. A alemã de 31 anos foi um dos modelos para Potapova quando a russa começou a jogar. "Eu estava realmente ansiosa por este jogo porque gosto muito da Kerber. Ela é um dos meus ídolos, e quando eu era mais jovem eu me inspirava nela. Quando você entra na quadra para enfrentar seu ídolo, você precisa mostrar o seu melhor".

A ex-líder do ranking mundial juvenil disputa a chave principal de Roland Garros pela primeira vez e não estabelce metas, preferindo pensar jogo a jogo. Sua próxima adversária é a canhota tcheca Marketa Vondrousova, 38ª do ranking. "Eu não quero pensar no futuro. Quero pensar em todos os pontos e em todos os jogos. A única coisa em que posso pensar agora é na minha próxima rodada. Se eu ganhar, ótimo. Mas eu quero continuar focada em mim mesma e apenas ficar com a consciência limpa".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series