Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Mahut celebra nova vitória e já mira Tóquio 2020
29/05/2019 às 14h52

Paris (França) - Em sua última participação na chave de simples em Roland Garros, o francês Nicolas Mahut já igualou a melhor campanha da carreira no torneio ao alcançar a terceira rodada, repetindo 2012 e 2015, ao derrotar nesta quarta-feira o alemão Philipp Kohlschreiber em sets diretos, com triplo 6/3. Ele agora espera o vencedor do duelo argentino entre Leonardo Mayer e Diego Schwartzman para conhecer seu próximo rival.

Atual 252 do mundo, o tenista de 37 anos é o número 5 nas duplas, que depois do Grand Slam francês será sua prioridade absoluta. “Toda a minha programação será feita em torno da participação na chave de duplas nos Jogos Olímpicos (Tóquio 2020)”, declarou Mahut, que forma a 13ª melhor parceria do torneio com o também veterano Jurgen Melzer. Eles estreiam contra os italianos Marco Cecchinato e Andreas Seppi.

Cecchinato também foi o rival de Mahut em sua estreia em simples, quando conseguiu uma incrível virada após perder os dois primeiros sets. Convidado da organização, o francês revelou logo após a partida que chegou a pensar em devolver o convite dias antes de começar Roland Garros. “Três semanas atrás as coisas não estavam boas, perdi na estreia no challenger de Bordeaux, desisti de competir em Madri e Roma e ainda hesitei em ir a Lyon porque não me sentia preparado”, disse.

“Estou muito feliz com mais essa vitória também. Conseguir vencer mais uma e alcançar a terceira rodada é fabuloso. Este esporte é mesmo maluco”, pontuou o atleta da casa, que ao final de sua partida desta quarta colocou uma bandana sobre a quadra em homenagem ao espanhol David Ferrer, que se aposentou em Madri fazendo isso como último gesto.

Comentários