Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem passa aperto antes de ir à terceira rodada
30/05/2019 às 08h47

Thiem aproveitou cinco de 11 chances de quebra

Foto: Site oficial

Paris (França) - Pelo segundo jogo seguido, o austríaco Dominic Thiem teve problemas acima do esperado para avançar em Roland Garros. O número 4 do ranking se safou de jogar um perigoso quinto set e tirou o cazaque Alexander Bublik, de 21 anos, por 6/3, 6/7 (6-8), 6/3 e 7/5, após 2h30.

Dono de um poderoso saque, Bublik chegou a ter 5/3 com serviço na mão no quarto set, mas se complicou todo com os voleios e perdeu quatro games consecutivos. Considerado um dos únicos que pode ameaçar Rafael Nadal ou Novak Djokovic em Paris, ele enfrentará agora o especialista Pablo Cuevas, que viu o britânico Kyle Edmund abandonar quando o uruguaio vencia por 7/6 (7-3), 6/3 e 2/1.

"Muito difícil jogar contra ele, porque ele arrisca o tempo todo, força muito os dois saques, consegue devoluções profundas e não dá o menor ritmo", avaliou Thiem ainda em quadra. "Senti obviamente muita pressão no meu próprio serviço, porque sabia que teria pouca chance de quebra o saque dele".

Esta foi a vitória de número 50 de Thiem em torneios de Grand Slam. Ele ainda está atrás de Thomas Muster (77) e Jurgen Melzer (59) entre os austríacos de melhor histórico. Ele também atinge a terceira rodada em Paris pela quarta vez na carreira, tendo sido semifinalista e vice nos dois últimos anos.

O austríaco enfrentou Cuevas cinco vezes e lidera por apertados 3 a 2, sendo quatro duelos no saibro com três vitórias de Thiem. Em janeiro, jogaram nas quartas de Buenos Aires e Cuevas permitiu virada.

Cuevas tem chegado à terceira rodada de Roland Garros em três das últimas quatro edições, porém jamais foi além disso em Paris ou em qualquer outro Slam e nunca venceu sequer um top 30 nesse nível de competição.

Thiem poderia ter resolvido mais rapidamente a partida. Apesar de ter saído atrás no segundo set, competiu empatar no 10º game e depois teve set-point no tiebreak. Sua dificuldade foi sempre a leitura do saque pesado do cazaque e a total falta de ritmo, já que raramente Thiem conseguia bater mais do que duas vezes na bola.

Aperto mesmo veio no quarto set. Bublik chegou a ter 4/1 e dois set-points com o saque a favor no 5/3. O austríaco achou devoluções, reagiu e aí não perdeu mais games na partida.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series