Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Há 10 anos, Soderling surpreendia Nadal em RG
31/05/2019 às 07h30

Paris (França) - Nesta sexta-feira faz aniversário uma das derrotas mais surpreendentes da história de Roland Garros. Foi exatamente há 10 anos que o espanhol Rafael Nadal conheceu sua primeira derrota no saibro parisiense, eliminando ainda nas oitavas de final pelo sueco Robin Soderling, 25º do mundo na época, que triunfou em quatro sets, marcando parciais de 6/2, 6/7 (2-7), 6/4 e 7/6 (7-2).

“Ele não me surpreendeu porque é um grande jogador e sabia o quanto poderia ser perigoso. Já não havia mostrado meu melhor tênis na última partida. Joguei curto hoje, fiz as coisas ficarem fáceis para ele e quando isso acontece você acaba perdendo e foi o que mereci. Depois de quatro anos eu perco aqui e a temporada vai continuar”, declarou o canhoto de Mallorca logo após sofrer a primeira de apenas duas derrotas no torneio.

Campeão entre 2005 e 2008, Nadal havia perdido apenas sete sets até então no Grand Slam francês. Sua impressionante marca no torneio continuou após a queda frente a Soderling, com uma sequência de 39 vitórias, superando as 31 seguidas que havia conquistado até ter sido derrubado pelo sueco, que um ano após o feito contra o espanhol voltou a encontrá-lo na final de Paris e desta vez foi vencido em sets diretos.

Ao todo foram quatro os encontros entre Soderling e Nadal na competição, com três vitórias espanholas em sets diretos. Os únicos sets faturados pelo sueco foram justamente os três que precisou para despachar o rival nas oitavas de 2009. O retrospecto geral entre os dois teve oito embates e apenas duas derrotas do canhoto de Mallorca, ambas na mesma temporada, a outra delas vindo no ATP Finals.

Já aposentado, o sueco de 35 anos encarou uma mononucleose e acabou encerrando sua carreira mais cedo. Sua última aparição no circuito foi em 2011, se despedindo com a conquista do ATP 250 de Bastad, o último de seus 10 títulos, o maior deles o Masters 1000 de Paris em 2010. Ele teve também outros 10 vice-campeonatos, dois deles em Roland Garros (2009 e 2010).

Comentários
Faberg
Roland Garros Series