Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Serena enaltece algoz e lamenta falta de ritmo
01/06/2019 às 18h38

Superada na terceira rodada, Serena não perdia tão cedo em um Grand Slam desde 2014

Foto: Divulgação

Paris (França) - Eliminada na terceira rodada de Roland Garros, Serena Williams valorizou a atuação de sua jovem algoz, a norte-americana de 20 anos e 35ª colocada Sofia Kenin. A ex-número 1 do mundo também lamenta a falta de ritmo de competição na atual temporada e sabe que isso afetou seu desempenho. Durante a preparação para Roland Garros, por exemplo, Serena só disputou uma partida no saibro.

Jovem de 20 anos derruba Serena na 3ª rodada

"Minha adversária de hoje jogou um tênis inacreditável. Ela realmente estava ótima hoje", disse Serena após a derrota por 6/2 e 7/5 para Kenin. "Acho que ela jogou muito bem, principalmente no primeiro set, quando estava jogando a poucos centímetros da linha de base e eu não enfrentava ninguém assim há bastante tempo".

Serena não perdia tão cedo em um Grand Slam desde 2014, ano em que caiu na segunda rodada de Roland Garros e na terceira em Wimbledon. A vencedora 23 títulos de Grand Slam é maior campeã na Era Aberta do tênis e precisa conquistar mais um torneio deste porte para igualar o recorde em todos os tempos, atualmente nas mãos de Margaret Court. Atual 10ª colocada no ranking, ela ainda não conquistou títulos desde o nascimento filha Alexis Olympia, em setembro de 2017.

Com uma temporada bastante prejudicada por lesões, especialmente no joelho, Serena tenta se recuperar a tempo para Wimbledon, que começa no dia 1º de julho, em quadras de grama. A norte-americana tem sete títulos na grama londrina e foi vice no ano passado.

"Estou muito longe [de suas melhores condições físicas] ainda, mas sei que ainda não consegui estar na quadra tanto quanto teria", avaliou a norte-americana, que disputou apenas doze jogos em 2019. "Mas, tudo bem. Estou trabalhando nisso para chegar lá. Então eu acho que tenho tempo suficiente".

"Eu realmente sinto que joguei poucas partidas este ano e ainda estou entrando no ritmo das coisas", acrescentou a veterana de 37 anos. "Não gosto de jogar sets de treino e tenho algum tempo de preparação para Wimbledon. Então, talvez eu aceite um convite para um desses torneios de quadra de grama. Vamos ver o que acontece".

Comentários