Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Zverev explica ausência de Lendl em Roland Garros
02/06/2019 às 08h10

Paris (França) - O alemão Alexander Zverev não teve uma boa temporada de saibro e só foi engrenar no finalzinho, com o título no ATP 250 de Genebra, na semana anterior a Roland Garros. Isso foi o suficiente para deixá-lo mais confiante para a disputa do segundo Grand Slam do ano, garantindo vaga nas oitavas de final com a vitória no último sábado contra o sérvio Dusan Lajovic.

Sem muito tempo para se preparar em solo parisiense, Zverev explicou que isso foi o principal motivo para a ausência do tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl, seu treinador, durante a disputa na capital francesa. “Ele não está aqui, mas vai aparecer na temporada de grama. Joguei em Genebra e não tive muito tempo para me preparar para este torneio”, contou.

“Pensamos que não fazia sentido ele vir aqui com apenas pouco tempo para treinar. Portanto, decidi vir sozinho para Paris, mas não se preocupem porque na grama vocês vão se cansar de vê-lo”, acrescentou o germânico de 22 anos, que terá agora pela frente um duro desafio contra o italiano Fabio Fognini, campeão de Monte Carlo neste ano.

“Contra Fognini será uma partida difícil, ele é um jogador imprevisível, que pode bater firme na bola e se move muito rápido”, analisou o número 5 do mundo, que foi derrotado pelo italiano na campanha vitoriosa no saibro monegasco. Porém, nos outros dois encontros ente eles, ambos em 2017, a vitória ficou com Zverev, que triunfou em Pequim e Roma.

Com dois de seus três jogos resolvidos apenas no quinto set, Zverev brincou com a situação. “Acho que nunca perdi um quinto set aqui. Ainda não me explicaram a regra dos cinco sets, então acho que preciso de alguém para me ajudar com isso e explicar que não preciso necessariamente disputar os cinco sets (risos). Talvez seja um trabalho para Ivan (Lendl) nos próximos dias”.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series