Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Wawrinka vence batalha de 5 sets e desafia Federer
02/06/2019 às 14h31

Suíço escapou de vários break points na partida deste domingo e triunfou contra Tsitsipas

Foto: Divulgação

Paris (França) - Em um dos melhores jogos desta edição de Roland Garros, Stefanos Tsitsipas e Stan Wawrinka protagonizaram uma intensa batalha de cinco sets e 5h09 de disputa pelas oitavas de final do Grand Slam francês. O jogo cumpriu todas as expectativas do público, em termos de emoção, competitividade e nível técnico e terminou com vitória de Wawrinka com parciais de 7/6 (8-6), 5/7, 6/4, 3/6 e 8/6. Depois de vencer uma partida duríssima neste domingo, o suíço terá a missão de desafiar o conterrâneo Roger Federer nas quartas de final em Paris.

Campeão de Roland Garros em 2015, Wawrinka tem um ótimo histórico recente em Paris. Além do título conquistado há quatro anos, o suíço também foi semifinalista em 2016 e vice-campeão na temporada seguinte. No ano passado, entretanto, ele havia sido superado ainda na rodada de estreia. Ex-número 3 do mundo e vencedor de três títulos de Grand Slam, o suíço de 34 anos aparece atualmente no 28º lugar do ranking mundial.

O histórico de Wawrinka contra Federer é amplamente desfavorável, com apenas três vitórias em 25 anos. Mas todas as vezes que ele venceu foram no saibro, uma deles na campanha para o título em Paris há quatro anos. As outras duas foram em Monte Carlo, nos anos de 2009 e 2014. Federer levou a melhor nos últimos seis encontros entre eles.

Já Tsitsipas encerra uma ótima temporada de saibro. O grego de 20 anos está com o melhor ranking da carreira, ao ocupar o sexto lugar. Ele nunca havia vencido um jogo em Roland Garros e conseguiu três vitórias durante a primeira semana do Grand Slam francês. Nos torneios preparatórios, destaque para o título em Estoril, o vice-campeonato em Madri e a semifinal em Roma.

Veja como foi a espetacular partida deste domingo

O duelo, como se esperava, foi de excepcional qualidade técnica. Os dois optaram por condutas muito agressivas mas, enquanto o suíço disparava bolas incrivelmente pesadas e precisas do fundo de quadra, o grego buscava ir o máximo possível para a rede, muitas vezes atrás do primeiro saque. A partida teve dez quebras de serviço, cinco para cada lado, mas Tsitsipas teve 27 break points contra 14 de Wawrinka. A contagem de winners foi equilibrada, 62 a 61 para Wawrinka. O total de pontos vencidos também expressa o equilíbrio, 195 a 194 para Tsitsipas.

O primeiro set esteve mais para o grego, que deixou escapar um break-point no quinto game e depois teve 6-5 no tiebreak. O suíço no entanto salvou o set point com uma espetacular passada com o backhand e sacou muito bem sob pressão. Na sequência, o jovem de 20 anos cometeu uma dupla-falta e acabou perdendo o set.

Tsitsipas não desanimou, mas perdeu muitas chances de concluir logo o segundo set. Fez 2/0 e permitiu empate no sexto game, poderia ter fechado com 5/3 e viu Stan evitar cinco set-points até por fim obter a terceira quebra e o set. No total, o suíço encarou 14 break-points e se safou de 11.

O ritmo não diminuiu. Os dois continuaram batendo com máxima força na bola, mas foi Tsitsipas quem passou pressionado todo o terceiro set. Evitou a quebra três vezes antes de enfim ceder o saque no sétimo game. Fizeram novas batalhas incríveis, mas o grego não se recuperou. De novo em desvantagem no placar, Tsitsipas começou muito bem no quarto set. O grego conseguiu uma quebra precoce e ainda escapou de dois break points para já abrir 3/0. Wawrinka conseguiu devolver a quebra, mas sequer conseguiu buscar o empate, já que voltaria a perder o saque com três erros não-forçados no mesmo game. Na sequência, Tsitsipas só perderia mais um ponto no saque até o fim do set.

O quinto set já começou com Wawrinka escapando de um 0-40 logo no game de abertura. Tsitsipas vinha confirmando seus games de serviço com maior tranquilidade e era também o jogador mais agressivo em quadra, partindo para a definição dos pontos sempre que possível. Não demorou muito para que o grego tivesse novas chances de quebra, já no quinto game, mas Wawrinka conseguiu sobreviver indo à rede. Toda a força mental do veterano suíço foi mostrada novamente quando o placar estava empatado por 5/5 e o suíço novamente salvou break points. As chances perdidas custaram caro a Tsitsipas, que teve o saque ameaçado pela primeira vez quando já perdia por 7/6. O grego salvou um dois match points, mas nada pôde fazer contra uma espetacular passada do suíço, que terminou o jogo da melhor maneira possível.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series