Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Após boa vitória, Federer já pensa em Wawrinka
02/06/2019 às 18h30

Federer ainda não perdeu sets na campanha até as quartas

Foto: Divulgação

Paris (França) - Ainda sem perder sets na campanha até as quartas de final em Roland Garros, Roger Federer comemorou sua atuação na vitória sobre o argentino Leonardo Mayer neste domingo. Assim como fez Rafael Nadal, o suíço destacou a dificuldade de jogar em um dia com muito vento, mas consegui a classificação em sets diretos.

"Saquei bem hoje, estava ventando bastante e as condições de jogo eram muito difíceis", disse Federer depois de superar Mayer por 6/2, 6/3 e 6/3. "Não tivemos tantos ralis do fundo de quadra e a maioria dos pontos eram com uma pessoa pressionando e a outra se defendendo".

"Acho que quando o jogo acontece nessas condições, especialmente quando venta de um lado só, é como se você estivesse sacando de cima de uma árvore ou de uma montanha em lado da quadra, e do outro lado você sente que está subindo uma colina. É importante que você esteja focado lá e eu fiz isso muito bem. Por isso, estou muito satisfeito com o jogo", avaliou o campeão de 2009.

Federer agora se prepara para enfrentar o amigo e compatriota Stan Wawrinka, que venceu uma batalha de cinco sets e 5h09 contra Stefanos Tsitsipas neste domingo. "Nós nos conhecemos muito bem e já disputamos uma tonelada de partidas um contra o outro", comenta o veterano de 37 anos, que tem 22 vitórias e apenas três derrotas contra Wawrinka no circuito.

Apesar da ampla vantagem no retrospecto, o atual número 3 do mundo lembra que as três vitórias do rival foram no saibro, uma delas nas quartas de final de Roland Garros em 2015. "No saibro, ele é definitivamente mais perigoso para mim do que em qualquer outra superfície. Espero que ele não esteja no nível de 2015, porque lá estava ele esmagando a bola. Foi inacreditável".

O suíço ainda mostrou bom humor para falar do jogo de quatro anos atrás ao recordar o histórico calção xadrez utilizado por Wawrinka na conquista do título. "Tenho lembranças ruins do jogo contra o Stan em 2015. Ele me derrotou em três sets com aqueles calções horríveis".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series