Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Para Zverev, evolução de Tsitsipas é ótima notícia
03/06/2019 às 21h44

Alemão acredita que as atenções ficaram mais divididas e que isso diminui a pressão sobre ele

Foto: Divulgação

Paris (França) - Apontado como o principal expoente da nova geração do circuito masculino, Alexander Zverev acredita que o surgimento de outros jovens jogadores está positivo para ele. Na opinião do alemão de 22 anos e número 5 do mundo, o ótimo momento do grego Stefanos Tsitsipas, sexto colocado no ranking com apenas 20 anos, faz com que as atenções fiquem mais divididas e ele precisa lidar menos com a pressão.

"A melhor coisa que poderia ter acontecido para mim foi a boa temporada de Tsitsipas nas quadras de saibro. Eu realmente acredito nisso e estou feliz por ele", disse Zverev sobre o grego, que conquistou um título em Estoril, além de ser finalista em Madri e semifinalista em Roma. "De repente, ele virou o novo superstar. E, para mim, foi realmente muito bom que nem toda as atenções da nova geração estejam em mim".

Depois de vencer o italiano Fabio Fognini por 3/6, 6/2, 6/2 e 7/6 (7-5) nesta segunda-feira pelas oitavas de final em Roland Garros, o jovem alemão aprovou seu desempenho e acredita ter subido de nível durante a partida."Eu não comecei bem quanto ele. Fabio estava jogando um tênis muito agressivo, acertando a bola com muita força, o que dificultou para mim. Mas depois do primeiro set, joguei três sets muito bons e muito sólidos da minha parte. Estou feliz por estar nas quartas de final".

Zverev agora terá um dia de descanso antes de desafiar o número 1 do mundo Novak Djokovic. O histórico de confrontos entre eles está empatado por 2 a 2. O alemão levou a melhor no encontro mais recente, a decisão do ATP Finals do ano passado. Ele também foi o vencedor do único embate realizado no saibro, a final do Masters 1000 de Roma de 2017.

Comentários