Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Argentinos e colombianos jogam semis de duplas em RG
04/06/2019 às 22h02

Cabal e Farah buscam o primeiro Grand Slam jogando juntos

Foto: Divulgação

Paris (França) - Ainda que o Brasil não tenha mais representantes na chave de duplas masculinas em Roland Garros, após as eliminações de Marcelo Melo, Bruno Soares e Marcelo Demoliner, há boas chances de o título ficar nas mãos de sul-americanos. Parcerias da Argentina e Colômbia estão nas semifinais em Paris.

Cabeças de chave número 3, os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal venceram o cazaque Mikhail Kukushkin e o belga Joran Vliegen por duplo 6/2. Eles agora enfrentam os franceses Jeremy Chardy e Fabrice Martin, que derrotaram o sul-africano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury por 6/4 e 7/6 (8-6).

Do outro lado da chave, os argentinos Guido Pella e Diego Schwartzman surpreenderam a experiente parceria do holandês Jean-Julien Rojer com o romeno Horia Tecau por duplo 6/4. Pella e Schwartzman encaram os alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies, que venceram os sérvios Dusan Lajovic e Janko Tipsarevic por 6/1, 6/7 (4-7) e 7/6 (7-3).

Nenhum dos oito tenistas restantes na chave de duplas masculinas já ganhou um Grand Slam anteriormente. O favoritismo é dos colombianos, que jogam juntos há bastante tempo e já conquistaram 13 tíulos. Na atual temporada, Cabal e Farah foram campeões no saibro de Roma e Barcelona.

Pella e Schwartzman sequer tem títulos jogando juntos. Krawietz e Mies venceram o ATP de Nova York em fevereiro. Já Chardy e Martin conquistaram três torneios juntos, dois deles na atual temporada.

Comentários