Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Stan: 'Ainda posso encarar os melhores do circuito'
05/06/2019 às 11h19

Paris (França) - Apesar de ter sido eliminado de Roland Garros na última terça-feira, caindo em quatro sets diante do compatriota Roger Federer, o suíço Stan Wawrinka não deixa o torneio de cabeça baixa e vê pontos positivos em sua campanha no saibro parisiense. Para ele, o desataque é ter se provado capaz de encarar novamente os melhores jogadores do circuito.

"No geral, acho que fui muito bem no torneio, joguei um grande tênis em quase todas as partidas e a maior parte delas contra rivais que são muito bons sobre o saibro, como (Christian) Garin, (Grigor) Dimitrov e (Stefanos) Tsitsipas. Hoje também tive momentos muito bons, mas Roger é incrível", analisou o suíço, que voltará ao top 20 após o Grand Slam francês.

"Fico feliz em saber que ainda posso enfrentar os melhores do circuito de igual para igual. Já disse que meu objetivo era estar bem fisicamente e no momento isso está acontecendo. Venho de uma partida de mais de cinco horas, o que era impensável meses atrás. Estou otimista com meu futuro", acrescentou Wawrinka.

O tenista de Lausanne ainda destacou o equilíbrio do duelo com Federer e a enorme capacidade do conterrâneo dentro de uma quadra de tênis. "Foi uma batalha como nunca e ele levou a melhor nos pequenos detalhes. Se alguns pontos tivessem caído para o meu lado, o resultado da partida poderia ter sido outro. Perdi apara o melhor jogador de todos os tempos, não é momento para ficar triste", encerrou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series