Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem dá show e faz quarta semi seguida em Paris
06/06/2019 às 11h30

Dominic Thiem vai agora em busca de sua segunda final consecutiva em Roland Garros

Foto: Arquivo

Paris (França) - Um dos nomes mais fortes do saibro da atualidade, o austríaco Dominic Thiem fez uma grande exibição nesta quinta-feira e passou com autoridade pelo russo Karen Khachanov em sets diretos. As parciais de 6/2, 6/4 e 6/2 lhe garantem a quarta semifinal consecutiva em Roland Garros, onde é o atual vice-campeão.

Ele aguarda o vencedor entre Novak Djokovic e Alexander Zverev. Tem recorde negativo contra os dois possíveis adversários, tendo vencido apenas dois de oito duelos diante do número 1 do ranking e perdido cinco dois sete diante do alemão.

Thiem agora é o austríaco com mais semis em Paris e iguala as quatro presenças em penúltima rodada de Grand Slam de Thomas Muster, que fez duas na Austrália e duas em Roland Garros. Com isso, Thiem se iguala a outros grandes nomes que também fizeram essa série, como Bjorn Borg, Ivan Lendl, Andy Murray e Mats Wilander. O recordista é Djokovic, com seis seguidas, seguido por Rafael Nadal e Roger Federer, com cinco.

A consistência de Thiem foi o ponto alto de sua atuação, principalmente nos dois primeiros sets. Mesmo diante de longas e pesadas trocas de bola contra o russo, cometeu apenas quatro erros não forçados por set e isso levou por diversas vezes Khachanov a forçar em demasia. No primeiro set, o russo escolheu atacar as paralelas, mas a eficiência foi baixa e ele perdeu dois games de serviço, oferecendo um placar tranquilo.

Sacando melhor, Khachanov encaixou 77% do primeiro saque e isso lhe deu a oportunidade de lutar game a game com o austríaco ao longo do segundo set. Ele no entanto pouco fez como devolvedor - Thiem ganhou 17 dos 20 pontos em que acertou o serviço inicial - e cedeu a quebra na hora pressão, no nono game. Thiem aproveitou a terceira chance para fechar o set em que ainda marcou mais winners (13 a 10).

O terceiro set foi uma repetição do primeiro. Thiem obteve quebra precoce e aí acelerou seus notáveis golpes de base para atropelar um russo sem qualquer poder de reação. Thiem terminou a partida com 29 winners diante de apenas 12 do adversário e totalizou 12 erros, três vezes menos do que os 37 de Khachanov. Austríaco acertou 63% do primeiro saque e ganhou 80% desses pontos (37 em 46) e não permitiu um único break-point.

Thiem vive um grande momento desde que conquistou seu primeiro troféu de Masters, em março, em cima de Roger Federer. No saibro europeu, faturou Barcelona deixando pelo caminho Rafael Nadal e foi à semifinal de Madri, onde foi superado por Djokovic. Venceu também 8 de seus últimos 9 jogos diante de adversários de nível top 20.

Comentários