Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Djokovic avança e fica a 2 vitórias de igualar Laver
06/06/2019 às 11h52

Paris (França) - Campeão dos últimos três Grand Slam, o sérvio Novak Djokovic se aproxima cada vez mais de uma marca que apenas o australiano Rod Laver conseguiu: deter os quatro títulos ao mesmo tempo em duas oportunidades distintas. Nesta quinta-feira, ele passou pelo alemão Alexander Zverev em sets diretos, com parciais de 7/5, 6/2 e 6/2, garantindo seu vaga para a semifinal de Roland Garros.

O próximo rival no caminho do sérvio será o atual vice-campeão do torneio, o austríaco Dominic Thiem, que na outra partida do dia passou sem sustos pelo russo Karen Khachanov. Será a nona vez que eles medirão forças no circuito e Djokovic tem ampla vantagem sobre o atual número 5 d0 mundo, somando seis triunfos e apenas duas derrotas.

Esta foi a 270ª vitória de ‘Nole’ em Slam, não perdendo desde a queda justamente nas quartas de Roland Garros há um ano, quando foi surpreendido pelo italiano Marco Cecchinato. Será a nona participação do tenista de Belgrado nas semifinais no saibro parisiense, deixando para trás o suíço Roger Federer com suas oito e ficando atrás apenas das 12 do espanhol Rafael Nadal.

Djokovic alcançou seu 68º triunfo no torneio francês e igualou o número de vitórias que tem no Australian Open. Apenas nos US Open ele conseguiu mais resultados positivos, somando 69, ao passo que Wimbledon é o Slam menos vitorioso para o líder do ranking (65).

Veja como Djokovic chegou à vitória

Até ter 5/4 e saque para fechar o primeiro set, Zverev fazia uma partida notável. Ameaçou os três primeiros serviços do número 1 com paciência nas trocas e escolhendo a hora certa de arriscar. Faltou sorte em dois break-points que poderiam ter facilitado sua vida. Mas quando chegou a hora da verdade, mas quando chegou a hora da verdade, a cabeça falhou.

Zverev abriu o game decisivo com ace, mas a partir daí se apressou, escolheu mal as jogadas e entrou num tremendo buraco. Experiente, Djokovic manteve a ideia de mexer o alemão o tempo todo e a virada veio de forma quase natural. O alemão cometeu dupla falta para perder o game final do set.

A cabeça do alemão então se foi de vez. Outra dupla falta ofereceu quebra logo no segundo game da série seguinte e Djokovic ficou cada vez mais confiante. Quase fez 4/0, mas foi apenas questão de esperar o adversário perder o controle. Zverev cometeu incríveis três duplas faltas consecutivas no game final do segundo set, um panorama decepcionante para o quinto do ranking.

No terceiro e último set, o germânico teve duas chances de quebra logo no primeiro game, mas não as aproveitou. Ele acabou levando mais um break no sexto game, teve mais duas oportunidades logo em seguida, só que deixou as chances passarem e viu Djokovic sacramentar a vitória um pouco depois batendo mais uma vez o saque de Zverev.

O sérvio terminou a partida com 63% de primeiro saque e 80% desses pontos vencidos (44 em 55), anotando 24 winners diante de 35, mas somente 18 erros frente a incríveis 40 do alemão, incluindo suas oito duplas faltas.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series