Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Big 3' tem seu terceiro maior domínio nos Slam
09/06/2019 às 14h50

Paris (França) - Com o título do espanhol Rafael Nadal deste domingo, levantando pela 12ª vez a taça de Roland Garros, o ‘Big 3’ chega a seu terceiro maior domínio de conquistas em Grand Slam, levando a melhor nos últimos 10 torneios. O grupo formado pelo canhoto de Mallorca, pelo sérvio Novak Djokovic e pelo suíço Roger Federer não perde um Slam desde o US Open de 2016.

O último jogador a faturar um dos quatro maiores troféus do circuito foi o suíço Stan Wawrinka, que se sagrou campeão em Nova York três anos atrás, batendo Djokovic na final. Desde então vieram três títulos do sérvio (Wimbledon e US Open 2018 e Australian Open 2019), mais três de Federer (Wimbledon 2018 e Australian Open 2017 e 2018) e quatro de Nadal (US Open 2017 e Roland Garros 2017, 2018 e 2019).

Essa é apenas a terceira maior sequência de Rafa, Roger e ‘Nole’ nos Grand Slam. Os três chegaram a conquistar 11 troféus seguidos, entre o Australian Open de 2010 e Wimbledon em 2012 (série que pode ser igualada com uma conquista de um deles neste ano em Wimbledon), e já chegaram à espantosa marca de 18 taças consecutivas entre Roland Garros 2005 e Wimbledon 2009.

Federer, Nadal e Djokovic também possuem um enorme domínio em finais de Grand Slam. Desde que o suíço conquistou seu primeiro título deste porte, em 2005, apenas cinco finais ocorreram sem a presença de pelo menos um dos três, a última delas em Wimbledon 2016, quando o britânico Andy Murray venceu o canadense Milos Raonic na decisão. 

Comentários