Notícias | Dia a dia
Tsonga estreia com vitória na grama de Stuttgart
10/06/2019 às 14h36

Tsonga ficou fora da temporada de grama em 2018

Foto: ATP

Stuttgart (Alemanha) - Na largada do ATP 250 de Stuttgart, o francês Jo-Wilfried Tsonga conseguiu escapar da chuva e estreou com vitória na grama alemã. Nesta segunda-feira, ele levou a melhor sobre o atleta da casa Mischa Zverev em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/0, em apenas 57 minutos de disputa.

“Nunca é fácil fazer sua primeira partida da temporada na grama, especialmente contra Mischa, que é um grande sacador. Depois do ano que tive em 2018, tudo que quero é poder dar o meu melhor nesse período. Não tenho uma meta especial”, afirmou Tsonga, lembrando os sete meses de afastamento que amargou no ano passado, ficando de fora entre fevereiro e setembro.

A segunda rodada do francês em Stuttgart pode ter pela frente o canadense Milos Raonic, cabeça de chave número 6, que precisa antes confirmar o favoritismo para cima do australiano Alexei Popyrin, que vem embalado após furar o qualificatório.

Por causa do mau tempo apenas mais uma partida foi realizada neste primeiro de competição: a vitória de virada de Miomir Kecmanovic sobre o perigoso alemão Philipp Kohlschreiber, com parciais de 4/6, 7/5 e 6/3. O próximo oponente do sérvio sairá da partida entre o canadense Denis Shapovalov, oitavo pré-classificado, e o atleta da casa Jan-Lennard Struff.

Demoliner não passa da estreia nas duplas

Na chave de duplas o gaúcho Marcelo Demoliner e o indiano Divij Sharan foram eliminados logo na primeira partida, levando a virada do ucraniano Denys Molchanov e do neozelandês Artem Sitak com placar final de 5/7, 7/6 (16-14) e 11-9. Os algozes de Demo podem cruzar com o mineiro Bruno Soares e com o australiano John Peers, principais favoritos, na rodada seguinte.

Cabeças de chave número 2, os croatas Franko Skugor e Nikola Mektic foram derrotados pelos australianos Nick Kyrgios e Matt Reid com parciais de 6/4, 3/6 e 10-4. Também avançaram o canadenes Milos Raonic e o sueco Robert Lindstedt, que bateram o norte-americano Steve Johnson e o francês Gilles Simon por 6/3 e 7/5.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis