Notícias | Dia a dia
Moyá: 'Ajudei mais como amigo que como técnico'
11/06/2019 às 11h35

Paris (França) - Um dos responsáveis por ajudar o espanhol Rafael Nadal dar a volta por cima durante a temporada de saibro, terminando com mais uma coroação em Roland Garros, onde o canhoto de Mallorca levantou seu 12º título da competição, o treinador Carlos Moyá disse em entrevista ao AS que trabalhou mais como amigo do que como técnico nos últimos tempos.

“Para ajudá-lo neste período eu fui mais amigo do que treinador, como foi toda a equipe. Percebemos que estava passando por um momento difícil, então deixei de lado a conversa de técnico para falar como amigo, falar como alguém em que pode confiar e escutar”, explicou o ex-número 1 do mundo.

Moyá revelou que o trabalho de recobrar a confiança de Nadal deu certo antes mesmo das conquistas aparecerem. “Antes de conquistar Roma ele já estava confiante de que iria jogar bem outra vez”, observou o treinador do vice-líder da ATP, que destacou a força mental e a capacidade de dar a volta por cima de seu pupilo.

“É impressionante como consegue reagir e jogar neste nível. Muitos acham que ele é uma máquina, mas é um ser humano como todos nós, com dúvidas, dias ruins e momentos complicados”, comentou Moyá, que preferiu não comentar sobre a possibilidade de Nadal buscar o recorde de Grand Slam do suíço Roger Federer e disse que o momento é para aproveitar a conquista.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis