Notícias | Dia a dia
Em Stuttgart, Soares conquista seu 31º ATP de duplas
16/06/2019 às 09h12

Bruno Soares jogou ao lado de John Peers apenas nesta semana

Foto: Divulgação

Stuttgart (Alemanha) - A parceria pontual entre Bruno Soares e o australiano John Peers rendeu ótimos frutos. Logo em uma rara ocasião que eles jogaram juntos, eles conquistaram o título do ATP 250 de Stuttgart após a vitória por 7/5 e 6/3 contra o indiano Rohan Bopanna e o canadense Denis Shapovalov na final deste domingo.

Este é o 31º título de ATP na carreira de Bruno Soares, que disputou sua 60ª final no circuito. O mineiro de 37 anos conquista seu sexto troféu em quadras de grama. Ele já havia sido campeão em Stuttgart na temporada de 2017, quando atuava ao lado do canhoto britânico Jamie Murray.

Mesmo com o título, Bruno Soares deverá se manter no sétimo lugar do ranking dos duplistas. A campanha em Stuttgart é idêntica à de seu 16º resultado válido para o ranking, que foi o título de Sydney, conquistado em janeiro. O melhor ranking de sua carreira foi o segundo lugar, alcançado em outubro de 2016.

Soares e Peers não tiveram o serviço quebrado na final deste domingo em Stuttgart e enfrentaram apenas dois break points. O mineiro e o australiano pressionaram constantemente o serviço dos adversários, criando sete oportunidades de quebra. A vantagem no set inicial veio apenas no 12º e último game da parcial. Já no segundo set, eles quebraram ainda no sexto game e chegaram a enfrentar um break point quando sacavam para o jogo.

Mineiro agora jogará ao lado de Pavic 
Depois de encerrar um trabalho de três anos e meio com Murray, Soares formará uma nova dupla com o croata Mate Pavic neste segundo semestre. O primeiro torneio da nova parceria será o ATP 500 de Queen's, em Londres, na próxima semana. Eles estrearão contra dois jogadores de simples, o suíço Stan Wawrinka e o francês Lucas Pouille.

Parceiro de Bruno Soares apenas por essa semana, John Peers comemorou seu 20º título de ATP na carreira e o primeiro na temporada. O australiano de 30 anos também já foi parceiro de Jamie Murray entre 2013 e 2015. Nas três últimas temporadas, ele tem atuado junto ao finlandês Henri Kontinen. Soares e Peers já haviam jogado juntos em Stuttgart em 2016.

"É maravilhoso ser campeão de mais um torneio e começar assim a temporada de grama. Foi uma semana que começou super difícil para gente, com set e break abaixo na primeira rodada e depois o torneio mudou completamente", disse Bruno Soares, que conseguiu duas vitórias no match tiebreak.

"Foi super importante para pegar confiança e entrar nesse ciclo novo com ritmo de jogo. A partir da outra semana começo a jogar com o Mate e espero levar tudo que aconteceu aqui para fazer com que a gente se entrose o mais rápido possível", acrescentou o mineiro, que tem ótimo desempenho em Stuttgart. "Joguei aqui quatro vezes, sendo que fui campeão em duas e vice em outra. Stuttgart acabou se tornando um torneio especial para mim".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis