Notícias | Dia a dia
Melo faz seu jogo 1.000 nesta segunda em Atlanta
23/07/2023 às 18h53

Melo venceu seu primeiro ATP em 2007, no Estoril, ao lado de Sá

Foto: Divulgação

Atlanta (EUA) - A estreia no ATP 250 de Atlanta marca mais um momento especial e histórico na carreira de Marcelo Melo. Ao entrar em quadra nesta segunda-feira, o mineiro vai jogar sua partida de número 1.000 no circuito, na 17ª temporada seguida como profissional. Melo e o australiano John Peers enfrentam o venezuelano Luís Martinez e o norte-americano Reese Stalder, às 12h (de Brasília)

Melo dá início à gira em quadras rápidas da dupla. Esta é a terceira vez que o mineiro estará em Atlanta e o décimo torneio de Melo e Peers juntos na temporada 2023. A parceria vem de um balanço muito positivo na grama, com o título no ATP 500 de Halle, na Alemanha, e ótimas atuações em Wimbledon, chegando até as oitavas de final.

Entre os jogadores de dupla em atividade, Melo é o primeiro no circuito a chegar aos 1.000 jogos. Antes, 13 duplistas atingiram e superaram essa marca. "Sem palavras para descrever este momento. Mais uma marca histórica na minha carreira. Muito feliz por chegar lá, que tantas lembranças trazem do que já vivi no circuito", afirma Marcelo.

Nos 999 jogos até agora, foram 607 vitórias de uma carreira que soma 37 títulos, um recorde brasileiro. São dois Grand Slam, nove Masters 1000, além de 11 de nível ATP 500 e 15 de 250. Já a histórica marca de 600 vitórias foi alcançada na estreia dete ano em Roland Garros.

Ao longo das 17 temporadas, a lembrança de jogos que ficarão para sempre na memória. Como a conquista de seu primeiro Grand Slam, em 2015, em Roland Garros, ao lado do croata Ivan Dodig. Sem falar na final de julho de 2017, quando realizou o grande sonho de ser campeão em Wimbledon, com o polonês Lukasz Kubot. E no primeiro título ATP da carreira, no Estoril, em Portugal, na temporada 2007, um ATP 250 que deu início às conquistas, com o também mineiro André Sá.

É o duplista mais vitorioso em atividade no circuito e o maior vencedor entre os brasileiros, número 1 do Brasil em duplas. Ao longo desses 1.000 jogos, se tornou recordista em títulos, número de vitórias, participações em Grand Slam, ATP Finals e semanas no topo do ranking. São 63 edições de Grand Slam e oito disputas seguidas do ATP Finals, completadas em 2020, vice-campeão com Kubot em 2017.

Comentários
Omaki
Arena BTG