Notícias | Dia a dia
Pliskova vence fácil e encara Bertens na semifinal
27/06/2019 às 14h45

Pliskova ainda não perdeu sets nesta semana em Eastbourne

Foto: Divulgação

Eastbourne (Inglaterra) - Ainda sem perder sets no WTA Premier de Eastbourne, Karolina Pliskova marcou uma tranquila vitória para se garantir na semifinal do torneio britânico em quadras de grama. Número 3 do mundo e vencedora da competição em 2017, Pliskova precisou de apenas 52 minutos para vencer a russa Ekaterina Alexandrova, 52ª do ranking, por 6/2 e 6/0.

Reconhecida como uma das grandes sacadoras do circuito, Pliskova disparou seis aces na partida e não enfrentou break points. Ela cedeu apenas onze pontos em seus games de serviço, sendo somente quatro com primeiro saque. A tcheca também liderou nos winners por 22 a 12 e cometeu apenas três erros não-forçados contra nove da rival. A ex-número 1 conquistou cinco quebras.

Pliskova é uma das poucas jogadoras com dois títulos nesta equilibrada temporada do circuito feminino. Em 2019, a tcheca de 27 anos já foi campeã no piso duro de Brisbane e no saibro de Roma. Com treze títulos de WTA no currículo, ela busca a 26ª final na carreira e a quarta na temporada, já que também foi vice-campeã em Miami.

A adversária de Pliskova na semifinal que acontece por volta das 8h30 (de Brasília) desta sexta-feira será a holandesa Kiki Bertens, número 4 do mundo. A tcheca já enfrentou Bertens em cinco oportunidades e tem só duas vitórias. O outro confronto envolve a alemã Angelique Kerber, quinta do ranking, contra a surpreendente tunisiana Ons Jabeur, 62ª colocada. Elas se enfrentam a partir das 7h.

Bertens supera Sabalenka em três sets
Enquanto Pliskova venceu com facilidade, Kiki Bertents teve muito trabalho para superar a décima colocada e atual vice-campeã do torneio Aryna Sabalenka. A holandesa precisou de três sets e 2h03 para vencer a bielorrussa de 21 anos por 6/4, 3/6 e 6/4. O equilíbrio da partida também aparece nas estatísticas. Bertens conseguiu quatro quebras contra três da rival, liderou nos winners por 32 a 29 e cometeu 33 erros, dois a mais que sua adversária.

Aos 27 anos, Kiki Bertens vive a melhor fase da carreira. Ela já foi campeã nesta temporada nas quadras duras e cobertas de São Petersburgo e no saibro de Madri. Há duas semanas, disputou em casa uma final na grama de 's-Hertogenbosch, mas levou a virada da norte-americana Alison Riske depois de perder cinco match points. A holandesa tem nove títulos no circuito e busca sua 13ª final.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis