Notícias | Dia a dia
Wimbledon sorteia chaves na manhã desta sexta
27/06/2019 às 17h17

Djokovic só pode enfrentar Federer em uma possível final

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - O caminho para o título em Wimbledon começa a ser traçado na manhã desta sexta-feira. Os sorteios das chaves principais masculina e feminina de simples acontecem a partir das 6h (de Brasília). Lembrando que o terceiro Grand Slam da temporada dá a largada na próxima segunda-feira.

Uma das maiores expectativas para o torneio diz respeito ao lado em que Rafael Nadal ficará na chave. Embora seja o número 2 do mundo, o espanhol foi designado como o terceiro cabeça de chave, enquanto Roger Federer passou a ser o segundo favorito por conta de critérios matemáticos do torneio que privilegiam os melhores resultados na grama nos últimos dois anos. Com isso, o suíço só pode enfrentar o atual campeão Novak Djokovic na final, enquanto o espanhol já pode cruzar o caminho do sérvio na semi.

Para a definição dessa lista, o ranking do dia 24 de junho terá dois acréscimos: a pontuação de todos os torneios na grama nos últimos doze meses é dobrada; além disso, é dado um aumento de 75% no total de pontos obtidos do melhor resultado na grama entre junho de 2017 e junho de 2018. Essa fórmula também faz o sul-africano Kevin Anderson, número 8 do mundo, ser o quarto favorito. Outro beneficiado foi Marin Cilic, 18º do ranking, mas cabeça 13 em Londres.

Feminino mantém o ranking como base
A relação de cabeças de chave no feminino respeitará o ranking mundial da WTA, diferente do que aconteceu no ano passado, quando Serena Williams foi designada a cabeça 25 do torneio mesmo estando fora do top 100 por conta da gravidez e do nascimento de sua filha, Alexis Olympia, em setembro de 2017. Este ano, Serena é cabeça 11 do torneio e pode enfrentar uma jogadora entre o quinto e o oitavo lugar já nas oitavas, o que a deixaria no caminho de Simona Halep, Petra Kvitova, Angelique Kerber ou Elina Svitolina.

A nova número 1 do mundo Ashleigh Barty e a segunda colocada Naomi Osaka ficarão em lados opostos da chave e só enfrentariam em uma possível final. Na mesma situação estarão Pliskova e Bertens, que podem ser sorteadas para o lado da australiana ou da japonesa.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis