Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer confirma e iguala outra marca de Connors
04/07/2019 às 12h33

Londres (Inglaterra) - Se na estreia Roger Federer levou um susto e perdeu um set para o sul-africano Lloyd Harris, nesta quinta-feira ele não deu brechas para surpresas e tratou de derrubar o atleta da casa Jay Clarke por 3 a 0, marcando parciais de 6/1, 7/6 (7-3) e 6/2, em 1h36 de partida. O suíço chega assim pela 17ª vez na terceira rodada de Wimbledon, igualando o recorde de Jimmy Connors no torneio.

Contando os quatro Grand Slam, será a 70ª vez que o suíço supera as duas primeiras rodadas, ampliando um recorde que já é seu. Em busca da vaga nas oitavas, Federer medirá forças com o francês entre Lucas Pouille, 27º pré-classificado, que marcou parciais de 6/1, 7/6 (7-0) e 6/4 sobre o compatriota Gregoire Barrere, vindo do qualificatório tirando o paulista Rogerio Silva em sua campanha rumo à chave principal.

Federer manteve seu impecável retrospecto contra convidados da organização nos Slam, vencendo todos os 10 wild-cards que cruzaram seu caminho até então neste nível de evento. Ele também ampliou a marca contra britânicos em Wimbledon, alcançando seu sétimo triunfo em oito embates. O único atleta da casa que o venceu na competição foi Tim Henman nas quartas de final de 2001.

Veja como Federer derrotou o convidado da casa

Jogador de 1,88m, tudo que cabia a Clarke era forçar ao máximo seu bom primeiro saque para ser competitivo, mas perdeu logo o primeiro serviço e aí ficou na defensiva. Teve chance de se recuperar quando Federer errou muito e permitiu 15-40 no quinto game, mas foi só. Suíço levou o sete com 11 falhas, um número exagerado para sete games na grama.

Clarke mudou radicalmente de postura e ficou bem mais ofensivo no segundo set, incluindo saque-voleio, e com primeiro saque mais afiado não deu qualquer chance de quebra. Ao contrário, ficou a dois pontos do set com 15-30 no 10º game. A decisão foi ao tiebreak e aí o britânico viu o adversário errar outro voleio fácil, abrindo 2-1. Foi só. Daí em diante Federer aumentou o nível e reagiu com firmeza.

O começo do terceiro e último set foi todo de Federer, que conseguiu uma quebra no segundo game e saiu marcando 3/0. Bastou então ao cabeça de chave 2 administrar a vantagem até o fim, conquistando ainda mais um break para cima do britânico no derradeiro game. Em toda a partida, suíço só perdeu quatro pontos quando acertou o primeiro saque e venceu 31 das 38 subidas à rede.

Comentários