Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal se vinga de Kyrgios e vence 50ª em Wimbledon
04/07/2019 às 15h53

Londres (Inglaterra) - Derrotado no único duelo anterior em Wimbledon e no recente confronto de Acapulco, o espanhol Rafael Nadal teve uma vingança em dose dupla nesta quinta-feira, quando bateu o australiano Nick Kyrgios pela segunda rodada no All England Club em dura partida decidida em quatro set, selada com o placar final de 6/3, 3/6, 7/6 (7-5) e 7/6, após 3h de confronto.

Esta foi a 50ª vitória do espanhol na grama de Wimbledon, o colocando como o nono maior vencedor no torneio desde a Era Aberta, à frente de nomes como Stefan Edberg e Goran Ivanisevic. Ele alcança a terceira rodada na competição pela 10ª vez em 14 aparições, tendo agora pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga, que derrubou o lituano Ricardas Berankis com parciais de 7/6 (7-4), 6/3 e 6/3.

O duelo com Tsonga será o 300º da carreira de Nadal em Grand Slam, somando até então 262 vitórias e 37 derrotas. Ele é um dos 22 canhotos que começaram na chave principal, sendo que apenas nove conseguiram passar da estreia. Por enquanto ele é o único que está chegando na terceira rodada.

Veja como Nadal construiu sua vitória

Nadal entrou em quadra muito intenso e decidido a ser agressivo antes do adversário. E deu certo. Obteve quebra precoce e isso foi o bastante para manter Kyrgios sob domínio. O australiano jamais ameaçou apesar da tentativa de atacar o segundo saque - espanhol chegou a estar abaixo dos 50% de acerto do primeiro serviço - mas deu seu show. Ergueu o público ao sacar um segundo serviço a 230 km/h e no mesmo game deu um por baixo.

Kyrgios viveu intensos altos e baixos no segundo set, tantos técnicos como emocionais, mas ainda assim foi superior a Nadal, que deixou de ser agressivo. O australiano saiu com quebra, mas permitiu reação e aí entrou em nova discussão com o árbitro, levando advertência. Ainda assim, arrancou outra quebra com voleios notáveis e concluiu o set com seu poderoso saque.

O terceiro set não viu uma única chance de quebra para qualquer lado e seguiu dominado pelos sacadores e raros pontos vencidos por quem devolvia: Nadal só venceu 8 e Kyrgios, 6. O inevitável tiebreak teve um espanhol superior, porque se aplicou no básico enquanto Kyrgios tentava exageradamente mesclar jogadas.

Apesar da desvantagem, Kyrgios não desistiu do jogo e, sem mostrar problemas físicos, garantiu seus serviços. Nadal também não abriu qualquer oportunidade de quebra e assim veio mais um tiebreak, que começou com um erro incrível de Kyrgios grudado à rede, o que custou caro diante de um espanhol muito aplicado no serviço.

Nadal terminou com 10 aces contra 29, mas venceu 82% dos pontos em que acertou o primeiro saque e 71% com o segundo. Foram apenas 16 erros na longa partida diante de 27 e 44 winners frente a 56.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series