Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Baghdatis é eliminado e encerra carreira em Wimbledon
04/07/2019 às 15h43

Ex-número 8 do mundo, Baghdatis encerrou sua carreira profissional aos 34 anos

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Terminou nesta quinta-feira a carreira profissional de Marcos Baghdatis. O veterano cipriota de 34 anos escolheu Wimbledon para ser o palco de sua despedida e caiu na segunda rodada do Grand Slam britânico, superado pelo italiano de 23 anos e número 20 do mundo Matteo Berrettini por 6/1, 7/6 (7-4) e 6/3.

Baghdatis chegou a ser o número 8 do mundo em agosto de 2006. Naquele mesmo ano, alcançou seu melhor resultado em Grand Slam ao disputar a final do Australian Open contra Roger Federer. O cipriota conquistou quatro títulos de ATP, o último ainda em 2010 no piso duro de Sydney, e alcançou 14 finais no circuito. A final mais recente foi em 2017, na cidade chinesa de Chengdu.

Ao longo de sua carreira profissional, Baghdatis acumulou 349 vitórias no circuito da ATP e 273 derrotas. Já nos torneios de nível challenger, ele conquistou onze títulos, um deles este ano em Shenzhen, e venceu outros 107 jogos. Profissional desde 2003, acumulou premiação superior a US$ 8,8 milhões ao longo de sua trajetória no circuito.

Na atual temporada, venceu quatro jogos na elite do circuito e mais dez em challenger. Sua última vitória foi há dois dias, quando estreou em Wimbledon vencendo o canadense Brayden Schnur por 6/2, 6/4 e 6/4. 

Responsável por colocar o Chipre no mapa do tênis, Baghdatis detém praticamente todos os recordes do país na Copa Davis, competição que disputou por 17 anos. Ele é o recordista de vitórias em simples, com 47, duplas, com 20, e logicamente no cômputo geral, com 67. Também fez parte da parceria de melhor aproveitamento ao lado de Demetrios Leontis, com sete vitórias e duas derrotas. Ele só fica atrás de Leontis em confrontos disputados, com 44, três a menos que seu compatriota.

Conhecido por ser um jogador muito passional em quadra, e às vezes intempestivo, Baghdatis chegou a destruir quatro raquetes na partida contra Stan Wawrinka durante o Australian Open de 2012. Em sua despedida das quadras, entretanto, o cipriota fez diferente e distribuiu raquetes aos torcedores que acompanhavam a partida na Quadra Número 2 do All England Club, o chamado "Cemitério de Campeões".

Responsável por eliminar Baghdatis em Wimbledon, Berrettini vive a melhor fase da carreira. O jovem italiano já acumula três títulos no circuito, dois deles na atual temporada. Há três semanas, foi campeão na grama de Stuttgart. Seu próximo adversário virá da partida entre o alemão Dominik Koepfer e o argentino Diego Schwartzman.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series