Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Para Federer, controlar nervos no 2º set foi decisivo
04/07/2019 às 19h42

Suíço conseguiu boa vitória em sets diretos contra convidado local

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de vencer seu segundo jogo em Wimbledon, Roger Federer acredita que o controle emocional no segundo set fez a diferença na tranquila vitória sobre o britânico Jay Clarke. Oito vezes campeão do torneio, o suíço vinha de um jogo com quatro sets contra o sul-africano Lloyd Harris na última terça-feira e conseguiu, desta vez, definir a disputa sem perder sets.

"Tive um bom começo de jogo, o que é sempre bom, especialmente depois da minha última partida", disse Federer, após a vitória por 6/1, 7/6 (7-3) e 6/2 contra Clarke nesta quinta-feira.

"Eu estava tentando ser mais agressivo do que no meu jogo anterior e fui capaz de fazer isso. Também tive uma reação boa novamente no terceiro set. Obviamente, o segundo set foi um pouco apertado, mas fui capaz de segurar meus nervos e saquei bem quando eu precisei", avaliou o suíço.

"No segundo set, acho que ele jogou muito bem para manter a partida equilibrada. Toda vez que os games de saque dele eram um pouco mais longos, ele sempre conseguia produzir algo especial. Ele teve suas chances no tiebreak, quando eu errei um voleio. Ele poderia ter vencido aquele set, mas fui capaz de reagir imediatamente", acrescenta o número 3 do mundo. 

"Penso que trabalhei muito bem nos meus games de serviço", comenta o suíço, que disparou dez aces e enfrentou apenas dois break points, sem ter o serviço quebrado. "Nas devoluções, tentei o meu melhor. Às vezes estavam funcionando, às vezes não, o que é normal para um jogo na grama", complementou Federer, que agora enfrenta o francês Lucas Pouille.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series