Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal bate Tsonga e se torna maior vencedor do ano
06/07/2019 às 12h27

Londres (Inglaterra) - A freguesia do espanhol Rafael Nadal frente ao francês Jo-Wilfried Tsonga foi ampliada neste sábado com mais uma vitória, a nona em 13 jogos. O número 2 do mundo não deu chances ao rival, que havia vencido o único duelo anterior entre eles na grama, e passou sem sustos, anotando parciais de 6/2, 6/3 e 6/2, em 1h48 de partida.

Será a 45ª aparição de Nadal nas oitavas de final de um Grand Slam e a nona no All England Club, medindo forças com o vencedor do confronto entre o português João Sousa e o atleta da casa Daniel Evans. O espanhol levou a melhor nos dois confrontos anteriores com o português e nunca enfrentou o britânico pelo circuito.

Com o triunfo deste sábado o canhoto de Mallorca chega a 35 vitórias na temporada e se isola como o maior vencedor de 2019, deixando para trás Stefanos Tsitsipas e o suíço Roger Federer, que mais tarde pode igualar também a marca de Nadal. O quarto da lista é o sérvio Novak Djokovic, que soma 31 e poderá ultrapassar o grego se for campeão em Wimbledon.

O domínio de Nadal sobre Tsonga era esperado, ainda mais depois da grande atuação do espanhol diante de Nick Kyrgios, mas o francês jogou ainda mais abaixo, sem capacidade de trabalhar bem com o primeiro saque e com pouca velocidade nas pernas para tentar usar mais o forehand.

Nadal voltou a sacar com excepcional competência, usando não apenas força e precisão, mas também variação constante. Fez até ace de segundo saque e o volume imposto causou evidente frustração no adversário. As poucas soluções encontradas foram os voleios curtos, porém Tsonga teve poucas oportunidades de ir à rede já que as bolas do espanhol vieram geralmente muito profundas e, quando o fez, levou passadas por todos os lados.

O espanhol quebrou logo no quarto game e repetiu no oitavo do primeiro set. Na outra série, o equilíbrio durou um pouco mais, até o francês perder o serviço no sexto game com dupla falta tenebrosa. Por seu lado, o tempo todo o cabeça 2 sacou com grande qualidade, a ponto de somar oito aces e ceder tão somente dois lances com o primeiro serviço e três com o segundo na soma dos dois primeiros sets.

Devolvendo cada vez melhor na partida, Nadal passeou no terceiro set, com outra quebra precoce que só serviu para desanimar ainda mais Tsonga. Só coube ao francês partir para o risco, o que o fez colecionar erros. Espanhol completou outra magnífica apresentação com 11 aces, 70% de acerto do primeiro saque e 88% desses pontos vencidos, além de uma 'goleada' de winners (35 a 17, sendo que 11 foram aces do francês). 

Comentários
Faberg
Roland Garros Series