Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer confirma e festeja 350 vitórias em Slam
06/07/2019 às 14h52

Londres (Inglaterra) - Recordista de títulos de Grand Slam entre os homens com suas 20 taças, Roger Federer alcançou mais uma expressiva marca neste sábado ao derrotar o francês Lucas Pouille pela terceira rodada de Wimbledon, marcando parciais de 7/5, 6/2 e 7/6. O suíço chegou a sua 350ª vitória da carreira nos quatro principais torneios do tênis mundial e se tornou o primeiro a alcançar tal marca.

Ao se classificar pela 17ª vez para as oitavas de final no All England Club, o destro da Basileia deixou para trás o norte-americano Jimmy Connors e se isolou como recordista neste assunto. Seu próximo desafio na competição será o italiano Matteo Berrettini, que salvou três match-points diante do argentino Diego Schwartzman com uma apertada vitória por 3 sets a 2, concretizada com o placar de 6/7 (5-7), 7/6 (7-2), 4/6, 7/6 (7-5) e 6/3.

Federer chegou a sua 35ª vitória na temporada e igualou o espanhol Rafael Nadal, que mais cedo também somou seu 35º triunfo ao despachar o francês Jo-Wilfried Tsonga. Os dois lideram a lista dos que mais venceram em 2019, seguidos pelo grego Stefanos Tsitsipas (34), já eliminado de Wimbledon, e pelo sérvio Novak Djokovic (31), que segue na disputa no Slam britânico.

Outro recorde que o suíço se aproxima é o de vitórias na grama, chegando agora a 184 uma a menos que o recorde de Connors. Ele poderá igualar a marca do norte-americano na próxima partida e baterá o recorde se chegar às semifinais.

Veja como Federer derrotou Pouille

Pouille fez um ótimo primeiro set até sacar no 12º game. Até então, conseguia pressionar o suíço nas devoluções, ficando bem perto da linha, e chegou a ter dois break-points, um no sétimo e outro no 11º game. O suíço mostrava dificuldade em achar o melhor tempo para o backhand.

Tudo mudou quando Pouille sentiu a pressão e cedeu o primeiro set com dois erros seguidos da base. Enquanto Federer passou a desfilar em quadra com lances espetaculares e fisicamente exigentes, o francês se perdeu totalmente e, com rapidez, já estava atrás por 4/0.

O terceiro set voltou a ser equilibrado, com grande empenho de Pouille em manter o serviço. O francês segurou a cabeça na reta final do set, salvando um match-point com ace antes do tiebreak, mas aí Federer se manteve mais agressivo no desempate.

Cada tenista fez 6 aces, mas Federer foi bem melhor com o primeiro serviço (70% de acerto contra 49%), vencendo 23 das 32 investidas à rede. Os winners foram semelhantes (39 a 38), mas o suíço errou muito menos (14 a 28).

Comentários
Faberg
Roland Garros Series