Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Pliskova leva virada após 3h e adia sonho do 1º Slam
08/07/2019 às 13h07

Karolina Muchova, algoz de Pliskova, nunca havia jogado em Wimbledon e chega às quartas de final

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - O sonho do primeiro título de Grand Slam de Karolina Pliskova foi novamente adiado. A número 3 do mundo chegou a Wimbledon jogando muito bem e vinda de título na grama de Eastbourne, mas caiu ainda nas oitavas de final, superada pela compatriota também tcheca Karolina Muchova, 68ª colocada, por 4/6, 7/5 e 13/11 em 3h16 de jogo.

Mesmo sendo uma das melhores sacadoras do circuito e acumular três títulos profissionais na grama, Pliskova nunca passou das oitavas em Wimbledon. A tcheca de 27 anos já foi vice-campeã do US Open em 2016 e fez semis na Austrália em janeiro deste ano e em Roland Garros há duas temporadas.

O resultado também serviu para assegurar a permanência de Ashleigh Barty na liderança do ranking mundial. A australiana também caiu nas oitavas de final em Wimbledon e poderia perder a posição para Pliskova, que já liderou o ranking por oito semanas em 2017, se a tcheca fosse finalista em Wimbledon.

Por muito pouco, o jogo desta segunda-feira não foi o primeiro da história de Wimbledon com um tiebreak decisivo. Uma mudança de regras aprovada no ano passado prevê um tiebreak para o caso de o último set, terceiro para mulheres e quinto para homens, ficar empatado por 12/12.

Pliskova sacou duas vezes para o jogo. A primeira foi quando ela liderava o terceiro set por 5/4. Até então, a ex-líder do ranking sequer havia enfrentado break points na parcial. Já com o placar empatado por 10/10, Pliskova conseguiu uma quebra e teve mais uma chance de fechar o jogo, mas acabou perdendo o saque de zero e com uma dupla-falta. Muchova ganhou confiança ao confirmar o saque no game seguinte para passar à frente e voltou a quebrar, contando com um desvio da fita no terceiro match point que teve.

Muchova nunca havia disputado Wimbledon
Algoz de Pliskova, Muchova está disputando Wimbledon pela primeira vez na carreira. Antes do torneio, ela só tinha uma vitória em Grand Slam, obtida há um mês em Roland Garros. Ao chegar às quartas de final, a tcheca de 22 anos debutará no top 50.

A adversária de Muchova nas quartas será a ucraniana Elina Svitolina, número 8 do mundo e outra que também busca o primeiro Slam. Svitolina bateu a tcheca Petra Martic por 6/4 e 6/2 em 1h49. Só o primeiro set desse jogo durou 1h06. Aos 24 anos, a ucraniana tem seu melhor resultado em Wimbledon e repete os melhores resultados da carreira em Grand Slam.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series