Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Após boa vitória, Djokovic já pensa em Goffin
08/07/2019 às 20h14

Sérvio aposta em futuro promissor para jovem rival francês

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Mais uma vez, Novak Djokovic saiu de quadra após uma vitória em Wimbledon tecendo muitos elogios a um jovem adversário. Assim como havia dito sobre o polonês Hubert Hurkacz após a terceira rodada, o sérvio também aposta em um futuro promissor para o canhoto francês Ugo Humbert, a quem superou nesta segunda-feira pelas oitavas de final.

"Joguei contra um adversário muito talentoso e que teve algumas grandes vitórias neste torneio. Ele tem potencial para chegar longe no tênis, porque ele tem um jogo bastante completo", disse Djokovic após vencer Humbert por 6/3, 6/2 e 6/3 nesta segunda-feira. O rival de 21 anos e 66º do ranking havia passado por nomes como Gael Monfils e Felix Auger-Aliassime.

"Obviamente foi uma grande ocasião para ele, que chegou pela primeira vez às oitavas de final. Eu consegui quebrar o saque dele cedo em ambos os sets. Acho que isso ajudou. Eu acho que conforme o jogo progrediu, eu fui ficando cada vez melhor. Estou muito satisfeito com meu desempenho", acrescentou o número 1 do mundo, que segue em busca de seu quinto título em Wimbledon.

Djokovic agora se prepara para enfrentar o belga David Goffin, ex-top 10 e atual 23º do ranking aos 28 anos. O sérvio lidera o histórico de confrontos por 5 a 1, mas perdeu o embate mais recente, válido pelo Masters 1000 de Monte Carlo em 2017. "A grama é bastante adequada ao seu estilo de jogo. Ele é um dos jogadores mais rápidos do circuito".

"Eu acho que sua movimentação é provavelmente o seu maior trunfo. Ele consegue se colocar nas posições certas. Ele consegue estar bem equilibrado para executar alguns golpes que a maioria dos outros caras não conseguem", acrescentou o sérvio, que enfrentará Goffin na grama pela primeira vez.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series