Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Murray não crê que possa jogar simples no US Open
10/07/2019 às 10h14

Londres (Inglaterra) - Apesar dos sinais positivos que tem mostrado nesta temporada de grama jogando duplas, com um título no ATP 500 de Queen’s e duas boas vitórias nas duplas mistas em Wimbledon ao lado da norte-americana Serena Williams, o britânico Andy Murray prefere frear a empolgação de quem já espera vê-lo rapidamente retornando às partidas de simples.

Questionado sobre a chance de disputar o US Open na chave individual, o escocês foi direto e não quis exagerar no otimismo. “Acho bastante improvável. Cheguei a conversar com minha equipe sobre isso ontem (segunda-feira) e há muitas coisas que preciso trabalhar fisicamente. Ainda não estou no nível necessário”, analisou Murray.

“A quantidade de trabalho que tenho que fazer em quadra e fora dela para me preparar para jogar simples e ser suficientemente forte para encarar partidas em melhor de cinco sets é enorme”, afirmou o ex-número 1 do mundo, que passou por nova cirurgia no quadril no começo do ano, logo após o Australian Open e só voltou agora na grama.

Murray reforçou a ideia de não acelerar o retorno a simples e fazer as coisas no seu tempo. “Já disse no começo da temporada de grama que não quero me colocar prazos, sei que vocês querem isso, mas não posso garantir nada porque não sei quanto tempo levarei para estar fisicamente em um bom nível novamente”, encerrou o britânico.

Nesta quarta-feira, ele e Serena voltarão às quadras do All England Club para desafiar o mineiro Bruno Soares e a norte-americana Nicole Melichar por um a vaga nas quartas de final de duplas mistas.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series