Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Com histórica 100ª vitória, Federer volta à semifinal
10/07/2019 às 14h22

Londres (Inglaterra) - Nesta quarta-feira a torcida que lotou a Quadra Central do All England Club viu o suíço Roger Federer alcançar sua centenária vitória em Wimbledon após uma virada para cima do japonês Kei Nishikori, que venceu a primeira parcial, mas não manteve o ritmo e acabou derrotado por 3 sets a 1, com o placar final de 4/6, 6/1, 6/4 e 6/4. O resultado garantiu o cabeça de chave número 2 de volta às semifinais após um ano de curto jejum.

Ao alcançar a histórica marca de 100 triunfos na competição, Federer é o primeiro no tênis masculino a fazer isso em um Grand Slam, já que Martina Navratilova tem 121 vitórias em Wimbledon e Chris Evert tem 101 no US Open. O tenista da Basileia também conquistou sua 186ª vitória na grama, assumindo a liderança isolada neste piso, deixando para trás as 185 do norte-americano Jimmy Connors. Com 11 semis de Wimbledon, ele vê também o suíço se distanciar neste quesito ao chegar a sua 13ª.

Recordista também de semifinais em Grand Slam, agora com 45, o suíço terá como próximo rival na competição o vencedor do confronto entre o espanhol Rafael Nadal e o norte-americano Sam Querrey. Ele leva a pior nos confrontos com o canhoto de Mallorca (15 a 24), mas defende uma invencibilidade de três jogos contra o norte-americano.

Com 37 anos e 340 dias, Federer é o tenista mais velho a alcançar a penúltima rodada de um Grand Slam desde Connors, que aos 39 anos e 6 dias chegou entre os quatro melhores do US Open de 1991.

Veja como Federer bateu Nishikori de virada

Federer começou lento com o saque e encarou dificuldades nos primeiros games de serviço. Ele foi quebrado logo de cara e depois ainda teve que salvar break-points no terceiro e no quinto games. Aos poucos o suíço foi ganhando ritmo e melhorou no decorrer do set, chegou a ter uma chance de devolver o break no sexto, mas deixou a oportunidade passar e acabou mesmo saindo atrás de Nishikori.

Apesar da derrota na parcial inicial, o suíço já estava mais ligado no final e trouxe o bom momento para o começo da segunda, abrindo 3/0 de cara. Agora era Nishikori que enfrentava mais dificuldade com seu jogo. O japonês baixou o ritmo e foi penalizado com mais uma quebra, perdendo o serviço no sexto game. Na sequência coube a Federer confirmar seu saque para empatar o jogo e iniciar a virada.

O primeiro game do terceiro set foi disputadíssimo, com o nipônico gastando 7 minutos para conseguir fazer valer o saque, evitando um break-point no decorrer da disputa. Federer seguiu com mais ação e voltou a ameaçar Nishikori no sétimo, novamente com uma disputa demorada, que desta vez acabou com uma quebra para o suíço. Depois, bastou ao tenista da Basileia manter a vantagem até o fim para fazer 2 a 1.

Nishikori teve dificuldades com o serviço no quarto set e encarou um break-point contra no primeiro game, mais um no terceiro e outros dois no quinto. Depois de passar incólume no quinto, no sétimo ele não resistiu e levou a quebra de decretou sua derrota. Com quatro ótimos saques, Federer fechou a partida na qual teve aproveitamento de 73% nos serviços contra 57% do rival. Ele levou a melhor nas bolas vencedoras (54 a 31) e cometeu apenas quatro erros não forçados a mais que o nipônico (32 a 28).

Comentários
Faberg
Roland Garros Series