Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal vence e Wimbledon verá 'Fedal' após 11 anos
10/07/2019 às 14h58

Nadal não enfrenta Federer em Wimbledon desde a final de 2008

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Pela primeira vez desde a histórica final de 2008, Roger Federer e Rafael Nadal irão se enfrentar em Wimbledon. Pouco depois de o suíço vencer seu 100º jogo na história do torneio para se garantir na semifinal, o espanhol também avançou na grama londrina. Nadal venceu o norte-americano Sam Querrey, 65º do ranking, por 7/5, 6/2 e 6/2 em 2h05.

O histórico de 39 duelos entre Nadal e Federer tem vantagem espanhola, com 24 vitórias contra 15 do suíço. Federer chegou a vencer cinco jogos seguidos recentemente, entre o ATP 500 da Basileia em 2015 e o Masters 1000 de Xangai em 2017. Mas Nadal levou a melhor no último encontro, a semifinal de Roland Garros deste ano. Na grama de Wimbledon, foram três finais, com vitórias do suíço em 2006 e 2007 e do espanhol em 2008.

Bicampeão de Wimbledon em 2008 e 2010, Nadal alcança sua 32ª semifinal de Grand Slam e a sétima em Londres. O espanhol de 33 anos não é finalista da competição desde 2011, ano do primeiro dos quatro títulos de Novak Djokovic. Além disso, o atual número 2 do mundo acumula 17 vitórias seguidas no circuito.

Como o também espanhol Roberto Bautista Agut é semifinalista no outro lado da chave e enfrentará Novak Djokovic, esta é a primeira vez na história de Wimbledon que dois espanhóis figuram entre os semifinalistas. Em Grand Slam isso já aconteceu onze vezes, sendo a última com Nadal e Pablo Carreno Busta no US Open de 2017.

Nadal derrubou um grande sacador
Mesmo atuando contra um dos melhores sacadores do circuito, Nadal criou incríveis 16 break points na partida e conquistou seis quebras de serviço ao longo da partida nesta quarta-feira. Querrey disparou 21 aces na partida, mas sofreu muito com o segundo saque. O espanhol venceu 26 dos 33 pontos jogados no segundo serviço do gigante norte-americano de 1,98m.

Nadal confirmou seus três primeiros games de saque sem perder um ponto sequer. Enquanto isso, Querrey dependia demais de seu primeiro serviço para se manter competitivo. O epsanhol conseguiu uma quebra precoce e sustentava tranquilamente a vantagem. No oitavo game, em que fez duas duplas-faltas, Nadal enfrentou um break point pela primeira vez na partida, mas escapou ileso. Na sequência, Querrey evitou a perda do set contando com seus poderosos saques a mais de 200 km/h.

Na hora de fechar o set, Nadal não sacou bem e encarou ótimas devoluções do norte-americano. Mesmo fazendo dois ótimos voleios e salvado um break point, viu devoluções muito agressivas de Querrey, que chegou ao empate por 5/5. Mas a vantagem do espanhol foi recuperada no game seguinte, com mais uma quebra. O bicampeão voltaria a ser ameaçado e precisou salvar três break-points, dois deles com aces, antes de definir o set e evitar o tiebreak.

Depois disso, o domínio de Nadal foi amplo até o fim do jogo. O espanhol só enfrentaria mais dois break points no segundo set e nenhum no terceiro e cedeu apenas mais doze pontos no saque até o fim da partida. Muito oportuno nas devoluções, Nadal mostrava ótima leitura do poderoso saque do norte-americano e conseguiria mais duas quebras em cada parcial para definir a vitória em sets diretos.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series